Thor_dark_world_DD001911702Música composta por Brian Tyler
Selo: Hollywood Records / Intrada
Catálogo: D001911702
Lançamento: 05/11/2013
Cotação: ****

Especialista em filmes de ação e aventura, o compositor Brian Tyler tem sido um dos mais requisitados para blockbusters atualmente. Após entregar o competente score de Homem de Ferro 3 para a Marvel Studios, ele volta a se reunir com a empresa em Thor – O Mundo Sombrio, continuação das aventuras do Deus do Trovão. Tyler foi contratado às pressas em junho, após a misteriosa dispensa de Carter Burwell, o compositor original do filme. Ele toma o lugar de Patrick Doyle, que compôs uma boa trilha para o primeiro filme do herói. E, felizmente, ele se saiu bem, nos entregando uma obra digna de um longa dessa magnitude.

Tyler é um ótimo compositor de temas principais, e aqui não foi diferente. O tema, logo introduzido na primeira faixa, é grandioso, heroico, como um bom tema de um longa de super-heróis deve ser. Utilizando orquestra e coral, fica claro que a intenção de Tyler é que Thor tenha uma assinatura musical épica e definitiva para representá-lo. Vale ressaltar a interpretação forte dos metais e o acompanhamento da percussão, além do próprio coral.

Além disso, ao ouvir o álbum, percebe-se que ele se inspirou especialmente nos scores da trilogia O Senhor dos Anéis, de Howard Shore, bem como nas obras de seu mestre, Jerry Goldsmith. A integração entre coral e orquestra é um dos principais destaques da trilha, e ajudam a dar o clima de grandiosidade do filme. Como por exemplo, podemos citar a faixa “Battle of Vanaheim”, onde a melodia poderosa é conduzida por um coro feminino e orquestra. Outro destaque é a ótima “Thor, Son of Odin”, que tem a orquestra (com leve acompanhamento de sintetizador) executando uma versão enérgica do tema principal.

A realidade é que Brian Tyler sempre foi um compositor que tende ao exagero, mas que acaba se integrando de forma natural aos filmes. Em Homem de Ferro 3 ele nos entregou um novo e dramático tema para o herói, e, em O Mundo Sombrio, ele tem a possibilidade de ir além, trazendo uma obra mais coesa do que a do filme estrelado por Robert Downey Jr.

Outro elemento que aproxima as partituras de Thor – O Mundo Sombrio e O Senhor dos Anéis (ou mesmo de O Príncipe do Egito, de Hans Zimmer) é a utilização de vocalizações femininas, aqui, a cargo da cantora iraniana Azam Ali. Ela executa um ótimo trabalho em faixas como “Lokasenna” ou em “Into Eternity”, onde, acompanhada da seção de cordas e de leve percussão, a cantora entrega uma interpretação mais lírica do tema principal.

As faixas de ação, como seria de se esperar, são destaque na trilha. Podemos ressaltar a enérgica “Escaping the Realm”, que traz boa integração entre as seções da orquestra, a “goldsmithiana” “Battle Between Worlds” e a heroica “As the Hammer Falls”. Como destaque negativo, temos a faixa “Untouchable”, cuja orquestração falha em fazer com que o sintetizador e a instrumentação étnica soem naturais.

Porém, os momentos mais empolgantes do álbum estão nos motivos grandiosos que Tyler entrega. Podemos citar a bom tema de Asgard, ouvido, bem, na faixa “Asgard”, e que depois reaparece na bela e nobre “Sword and Council”. Também merece destaque a faixa “Journey to Asgard”, que reprisa o tema principal tanto de forma grandiosa quanto lírica, além da épica “Legacy”, que dá um ótimo encerramento para o filme e o álbum. Podemos falar também (e pule para o outro parágrafo que você não quiser um possível spoiler do filme) da breve menção ao tema do Capitão América, composto por Alan Silvestri para o primeiro filme do herói bandeiroso, na faixa “An Unlikely Alliance”.

Assim, o álbum de Thor – O Mundo Sombrio tem mais altos do que baixos, e é uma das melhores obras de Brian Tyler nos últimos anos. Seu tema principal é empolgante, e merece ser utilizado novamente em outras aventuras do Deus do Trovão. Fica aqui um apelo para que a Marvel comece a respeitar os temas dos seus heróis, ao invés de trocar de compositor a cada filme, e lhes dê alguma unidade musical.

PS: Tyler também compôs uma fanfarra muito bacana para a Marvel Studios, que pode ser ouvida na última faixa.

Faixas:

1. Thor: The Dark World
2. Lokasenna
3. Asgard
4. Battle of Vanaheim
5. Origins
6. The Trial of Loki
7. Into Eternity
8. Escaping the Realm
9. A Universe from Nothing
10. Untouchable
11. Thor, Son of Odin
12. Shadows of Loki
13. Sword and Council
14. Invasion of Asgard
15. Betrayal
16. Journey to Asgard
17. Uprising
18. Vortex
19. An Unlikely Alliance
20. Convergence
21. Beginning of the End
22. Deliverance
23. Battle Between Worlds
24. As the Hammer Falls
25. Legacy
26. Marvel Studios Fanfare

Duração: 71:34

Tiago Rangel

Anúncios