Assista à interpretação ao vivo de “Time”, da trilha original de A ORIGEM


Assista à interpretação ao vivo da faixa “Time” da trilha sonora original de A Origem (Inception), gravada na premiére norte-americana do filme de Christopher Nolan, com o compositor Hans Zimmer no piano e Johnny Marr na guitarra: Anúncios Continuar lendo Assista à interpretação ao vivo de “Time”, da trilha original de A ORIGEM

Resenha: PREDADORES (Filme em Destaque)


PREDADORES (Predators, EUA, 2010)
Gênero: Ficção Científica
Duração: 107 min.
Elenco:  Adrien Brody, Topher Grace, Alice Braga, Walton Goggins, Oleg Taktarov, Laurence Fishburne, Danny Trejo, Louis Ozawa Changchien, Mahershalalhashbaz Ali, Carey Jones, Brian Steele, Derek Mears
Compositor: John Debney
Roteiristas: Alex Litvak, Michael Finch
Diretor: Nimród Antal
Cotação: ***

O PREDADOR (1987), apesar de ser cultuado tanto na ficção científica como no gênero ação, não teve sorte com suas sequências – PREDADOR 2 (1990), sem Arnold Schwarzenegger e colocando o célebre alienígena em um ambiente urbano, não repetiu o sucesso do original, e os dois crossovers ALIENS VS. PREDADOR resultaram em filmes na melhor das hipóteses medíocres. Mas isso, até agora. Este PREDADORES (PREDATORS, 2010) dirigido por Nimród Antal baseado em um projeto Robert Rodriguez (também um dos produtores do novo filme) abortado nos anos 1990, chegou para mudar este quadro. Continuar lendo “Resenha: PREDADORES (Filme em Destaque)”

Resenha: O BEM AMADO (Filme em Destaque)


O BEM AMADO (Brasil, 2010)
Gênero: Comédia
Duração: 110 min.
Elenco:  Marco Nanini, José Wilker, Caio Blat, Maria Flor, Matheus Nachtergaele, Zezé Polessa, Andréa Beltrão, Tonico Pereira, Drica Moraes, Bruno Garcia, Edmilson Barros
Compositores: Caetano Veloso, Mauro Lima, Berna Ceppas, Kassin
Roteiristas: Guel Arraes, Claudio Paiva
Diretor: Guel Arraes
Cotação: **½

O melhor e o pior de O BEM AMADO (2010), a terceira encarnação da obra de Dias Gomes, são justamente os seus brilhantes diálogos, especialmente os de Odorico Paraguaçu, aqui interpretado por Marco Nanini. Guel Arraes, com seu cinema excessivamente verborrágico, não nos deixa tempo para respirar com tantas falas e montagem corrida. Apesar de não questionar a inteligência e a espirituosidade do vocabulário de Odorico, foram poucas as vezes que ri de verdade. O que já é comum nas comédias de Arraes. Assim, O BEM AMADO guarda muitas semelhanças com O AUTO DA COMPADECIDA (1999) e LISBELA E O PRISIONEIRO (2003). O personagem de Caio Blat, por exemplo, parece estar imitando o Selton Mello o tempo inteiro. Continuar lendo “Resenha: O BEM AMADO (Filme em Destaque)”

Resenha: Inception – Hans Zimmer (Trilha Sonora)


Música composta por Hans Zimmer
Selo: WaterTower Music/Reprise
Catálogo: 524667-2
Lançamento: 13/07/2010
Cotação***** 

Hans Zimmer está com certeza na minha lista top 10 de compositores. Compositor inteligente e criativo, ele vem atravessando sua melhor fase, compondo trilhas cada vez mais elaboradas e de qualidade. Em Inception – que no Brasil se chamará A Origem – ele faz uma trilha que inicialmente é simples por não ter variações em termos de notas; mas que consegue nos passar o mistério e a fantasia necessários para a trama, tornando seu score inesquecível e já se pondo como a grande trilha do ano até o presente momento. Para a execução da trilha, Hans chamou o guitarrista e ex-membro do grupo The Smiths, Johnny Marr, o que dá um nível a mais na produção do score.

A trilha começa com a faixa “Half Remembered Dream”, que mistura o tema principal a violoncelos e instrumentos de sopro pesados, que após dão lugar à violinos em andamento pianinho com a trilha novamente em um crescente no final. Em “We Built Our Own World” as cordas aparecem em uma melodia tensa mais nostálgica, onde há um piano de fundo assim como suaves instrumentos eletrônicos para “pesar” um pouco mais a harmonia da faixa. Já em “Dream is Collapsing” há plena participação de Johnny Marr, onde através de sua guitarra misturada à orquestra e a sintetizadores eletrônicos, é criada uma atmosfera de mistério e apresentação do desconhecido através de suas notas. Continuar lendo “Resenha: Inception – Hans Zimmer (Trilha Sonora)”

Resenha: O PREDADOR (Blu-ray)


Produção: 1987
Duração: 107 min.
Direção: John McTiernan
Elenco: Arnold Schwarzenegger, Carl Weathers, Elpidia Carrillo, Bill Duke, Jesse Ventura, Shane Black, R. G. Armstrong, Kevin Peter Hall
Vídeo: Widescreen Anamórfico 1.85:1 (1080p/AVC MPEG-4)
Áudio: Inglês (DTS-HD Master Audio 5.1), Português, Espanhol (Dolby Digital 5.1)
Legendas: Português, Inglês, Espanhol
Região: A, B, C
Distribuidora: Fox
Discos: 1
Lançamento: 21/07/2010
Cotações: Som: **** Imagem: **½ Filme: **** Extras & Menus: **** Geral: ***½

SINOPSE
Recrutados pela CIA para resgatar reféns mantidos pelos guerrilheiros em um país da América central, Arnold Schwarzenegger e seus homens encontram um inimigo muito mais mortal do que qualquer outro sobre a face da Terra: um alienígena caçador, contra quem suas mais eficazes armas são inúteis. Continuar lendo “Resenha: O PREDADOR (Blu-ray)”

Assista ao vídeo da gravação do novo arranjo do tema do remake de Havaí 5-0


A clássica série de TV Havaí 5-0 está ganhando uma refilmagem para a TV, e o antológico tema de Morton Stevens não poderia faltar na abertura. No vídeo abaixo assista aos bastidores da regravação do tema por Brian Tyler, que será o compositor da série. A sessão contou com a participação de 35 músicos, entre eles David Duke, Chuck Findley (metais) e Bob Zimmitti (percussão), que interpretaram o tema original. O remake da série estreia nos EUA no dia 20 de setembro, e felizmente a versão eletrônica do tema, ouvida nos primeiros promos da ABC, foi descartada. Continuar lendo Assista ao vídeo da gravação do novo arranjo do tema do remake de Havaí 5-0

Resenha: PREDATORS – John Debney (Trilha Sonora)


Música composta por John Debney
Selo: La-La Land Records
Catálogo: LLLCD 1141
Lançamento: 21/07/2010
Cotação****  

Certo, admito que o score de John Debney para Predatores (Predators) conquistou meu lado fanboy. Além do fato de sua trilha sonora possuir o tom da música original que Alan Silvestri criou para a franquia, há alguma coisa no lado orquestral do trabalho de Debney que realmente me agrada. Mas vamos voltar um pouco. Continuar lendo “Resenha: PREDATORS – John Debney (Trilha Sonora)”

Lançamentos de Trilhas Sonoras – 19/07/2010


Butterfield 8: Bronislau Kaper At MGM Vol. 1 – Bronislau Kaper (FSMCD Vol.13 No.9, 3 CDs) Dark Shadows: The Revival Series – Robert Cobert (CPT1002) Garbo The Spy – Fernando Velázquez (MMS10013) Hornet’s Nest – Ennio Morricone (Quartet QRSCE011) – 44:35 Iron Man 2 (Score) – John Debney (Sony 746542) Maxie – Georges Delerue (Intrada Special Collection Volume 137) – 50:42 The Mean Season – Lalo Schifrin (Intrada Special Collection Volume 138) – 77:52 Continuar lendo Lançamentos de Trilhas Sonoras – 19/07/2010

Resenha: ABISMO DO MEDO (Blu-ray)


Produção: 2006
Duração: 99 min.
Direção: Neil Marshall
Elenco: Shauna Macdonald, Natalie Jackson Mendoza, Alex Reid, Saskia Mulder, MyAnna Buring, Nora-Jane Noone, Oliver Milburn, Molly Kayll
Vídeo: Widescreen Anamórfico 2.35:1 (1080p/AVC MPEG-4)
Áudio: Inglês (PCM 6.1), Português (Dolby Digital 2.0)
Legendas: Português, Inglês
Região: A, B, C
Distribuidora: California
Discos: 1
Lançamento: 15/12/2009
Cotações: Som: ***** Imagem: ****½ Filme: **** Extras & Menus: * Geral: ***½

SINOPSE
Numa viagem dedicada ao esporte e aventura, seis garotas ficam presas em uma caverna depois que uma rocha se desprendeu e bloqueou a saída. Enquanto buscam uma forma de escapar, elas se veem perseguidas por estranhas presenças que habitam a escuridão. A tensão causada pela situação que enfrentam faz renascer antigas diferenças entre as mulheres, colocando uma amiga contra a outra. Continuar lendo “Resenha: ABISMO DO MEDO (Blu-ray)”

DVD NEWS: Antologia ALIEN em Blu-ray


A Quadrilogia Alien será relançada em Blu-ray nos EUA dia 26 de outubro e não poderá faltar na coleção de qualquer fã – até porque o lançamento norte-americano já incluirá legendas e até mesmo dublagem em português. A Fox não decepcionou, colocando nos discos nada menos que 60 horas de suplementos e mais de 12 mil imagens, incluindo material que só existia no LaserDisc dos anos 1990 e outros extras inéditos. Confira: Continuar lendo “DVD NEWS: Antologia ALIEN em Blu-ray”

Lançamentos de Trilhas Sonoras – 15/07/2010


Os seguintes CDs de trilhas sonoras chegaram às principais lojas online internacionais: Ad Ogni Costo (Expanded) – Ennio Morricone (GDM Club 7086) African Story – Francesco De Masi (Digitmovies CDDM 169) Beatitudini – Ennio Morricone, Alessandro Alessandroni, Egisto Macchi, etc. (PCD 271) Diary Of A Wimpy Kid – Theodore Shapiro (La-La Land LLLCD 1139) – 44:22 Finale – Shawn K. Clement (BSXCD 8871) Inception – Hans Zimmer (Reprise 524667) – 49:20 Knight And Day – John Powell (Varèse Sarabande 302 067 034 2) – 54:51 Live Evil – Austin Wintory (BSXCD 8872) Office Space / Idiocracy – John Frizzell / Theodore Shapiro (La-La Land LLLCD 1134) Stu Phillips – Three Scores – Stu Phillips (Kritzerland KR 20016-0) Tre Nel Mille – Ennio … Continuar lendo Lançamentos de Trilhas Sonoras – 15/07/2010

Resenha: ENCONTRO EXPLOSIVO (Filme em Destaque)


ENCONTRO EXPLOSIVO (Knight and Day, EUA, 2010)
Gênero: Aventura
Duração: 109 min.
Elenco:  Tom Cruise , Cameron Diaz , Peter Sarsgaard, Jordi Mollà , Viola Davis, Maggie Grace
Compositor: John Powell
Roteirista: Patrick O’Neill
Diretor: James Mangold
Cotação: ****

A campanha publicitária de ENCONTRO EXPLOSIVO (2010) destacando a parceria de Tom Cruise e Cameron Diaz num mesmo filme é tão forte que cheguei a imaginar que era a primeira vez que os dois astros estavam trabalhando juntos. Na verdade, Cruise e Diaz estiveram em VANILLA SKY (2001), de Cameron Crowe, mas a participação como coadjuvante da bela loira não foi tão memorável assim. O fato é que o segundo encontro dos dois não podia ser mais bem sucedido. ENCONTRO EXPLOSIVO é desses filmes tão divertidos e aparentemente descompromissados que fica difícil não sair da sessão com um sorriso no rosto. Tom Cruise tenta se recuperar do processo de diminuição de sua popularidade, devido aos fracassos comerciais de GUERRA DOS MUNDOS e MISSÃO: IMPOSSÍVEL 3 e de uma aparição constrangedora num programa de TV. Mas isso são águas passadas e Cruise esbanja simpatia e segurança, exibindo o mesmo sorriso dos tempos de TOP GUN. O tempo tem estado a favor do astro. Continuar lendo “Resenha: ENCONTRO EXPLOSIVO (Filme em Destaque)”

Resenha: OUTLANDER – GUERREIRO VS. PREDADOR (Blu-ray)


Produção: 2008
Duração: 114 min.
Direção: Howard McCain
Elenco: James Caviezel, Sophia Myles, Jack Huston, Ron Perlman, John Hurt
Vídeo: Widescreen Anamórfico 1.78:1 (1080p/AVC MPEG-4)
Áudio: Inglês (Dolby Digital 5.1), Português (Dolby Digital 2.0)
Legendas: Português
Região: A, B, C
Distribuidora: Imagem
Discos: 1
Lançamento: 17/11/2009
Cotações: Som: **** Imagem: **½ Filme: *** Extras & Menus: * Geral: **½

SINOPSE
O reino dos Vikings, grandes exploradores e desbravadores dos mares, é ameaçado por uma monstruosa e poderosa criatura que pode destruir toda a população. Para deter a fúria deste predador, o povo contará com a ajuda de um homem vindo de outro mundo. Será necessário unir a coragem e os conhecimentos deste soldado com a força dos Vikings, para que a batalha possa ser vencida. Continuar lendo “Resenha: OUTLANDER – GUERREIRO VS. PREDADOR (Blu-ray)”

As indicações musicais do EMMY 2010


Saíram as indicações ao Emmy 2010, a principal premiação da televisão norte-americana. Os indicados nas categorias musicais são:

MINISSÉRIE, FILME OU ESPECIAL (TRILHA SONORA ORIGINAL)
BLESSED IS THE MATCH – Todd Boekelheide
GEORGIA O’KEEFFE – Jeff Beal
THE PACIFIC, PART TEN – Blake Neely, Geoff Zanelli, Hans Zimmer
TEMPLE GRANDIN – Alex Wurman
WHEN LOVE IS NOT ENOUGH: THE LOIS WILSON STORY – Lawrence Shragge
YOU DON’T KNOW JACK – Marcelo Zarvos

SÉRIE (TRILHA SONORA ORIGINAL)
BATMAN: THE BRAVE AND THE BOLD: Mayhem of the Music Meister – Michael McCuistion, Lolita Ritmanis, Kristopher Carter, Michael Jelenic, James Tucker
FLASHFORWARD: No More Good Days – Ramin Djawadi
LOST: The End – Michael Giacchino
PSYCH: Mr. Yin Presents – Adam Cohen, John Robert Wood
24: 3:00 PM – 4:00 PM – Sean P. Callery Continuar lendo “As indicações musicais do EMMY 2010”

Resenha: O RESGATE DO SOLDADO RYAN (Blu-ray)


Produção: 1998
Duração: 169 min.
Direção: Steven Spielberg
Elenco: Tom Hanks, Edward Burns, Tom Sizemore, Matt Damon, Jeremy Davies, Adam Goldberg, Barry Pepper, Giovanni Ribisi, Vin Diesel, Ted Danson, Paul Giamatti, Dennis Farina, Harve Presnell
Vídeo: Widescreen Anamórfico 1.85:1 (1080p/AVC MPEG-4)
Áudio: Inglês (DTS-HD Master Audio 5.1), Português, Espanhol, Francês (Dolby Digital 5.1)
Legendas: Português, Inglês, Espanhol, Francês
Região: A, B, C
Distribuidora: Paramount
Discos: 2
Lançamento: 24/06/2010
Cotações: Som: ***** Imagem:****½ Filme: ***** Extras & Menus: ****½ Geral: ****½

SINOPSE
Após o desembarque dos soldados norte-americanos na Normandia no Dia D, na Praia de Omaha, descobre-se que três irmãos Ryan morreram em combate. Ao capitão John Miller (Tom Hanks) e seus homens é designada a missão de resgatar o último filho, James Francis Ryan (Matt Damon), integrante do pelotão de paraquedistas que pode estar em qualquer lugar da França. O objetivo dos militares é devolver à mãe pelo menos um dos seus filhos, custe o que custar. Continuar lendo “Resenha: O RESGATE DO SOLDADO RYAN (Blu-ray)”

Futebol Arte


Como artista que sou não posso deixar de comentar aqui sobre a seleção brasileira de 1982. Futebol é apenas um esporte? Claro, mas pode ser mais do que isso, e se pode, por que não ser? Quando um compositor escreve uma música, ela também é apenas uma música, mas pode ser mais do que isso, pode ser arte! Com uma música em compasso 3/4, tonalidade de dó maior e utilizando-se apenas das teclas brancas do piano, Henry Mancini compôs sua obra prima Moon River. Seguindo o mesmo conceito de simplicidade, cito ainda John Williams, com as famosas cinco notas de Contatos Imediatos do Terceiro Grau. Ou ainda, Nino Rota com sua simplicidade circense nas trilhas para Fellini.

O que vimos na copa de 1982 foi uma seleção que jogava simples, e cuja tática, que alguns dizem que era falha por não ser muito organizada na defesa, era justamente a arte, e arte, para emocionar, não deve ser mesmo muito certinha. Era o futebol genuinamente brasileiro, aquele que é jogado nas ruas, nas praias, sacana, ao ritmo do samba, que confunde o adversário pela irresponsabilidade. Era a nossa diversão, a nossa maneira de ser, a cultura brasileira sendo apresentada ao mundo. Continuar lendo “Futebol Arte”