iron-man-3-banner-2

Resenha: IRON MAN 3 (SCORE) – Brian Tyler (Trilha Sonora)


iron_man_3_CDMúsica composta por Brian Tyler
Selo
: Hollywood Records
Catálogo
: D001808802
Lançamento: 30/04/2013
Cotação: ****

Como os dois filmes da franquia que o antecederam, Homem de Ferro 3 traz um novo compositor para acompanhar as movimentadas aventuras de Tony Stark e seu alter-ego de armadura. Assim, Brian Tyler sucede a Ramin Djawadi e John Debney, e dá a sua contribuição musical à trajetória cinematográfica do super herói, que com este filme inaugura a “Fase 2” dos filmes da Marvel Studios que culminará com o lançamento de Os Vingadores 2 em 2015.

Tyler, que está se notabilizando por entregar energéticos scores, realizou um trabalho estruturalmente parecido com o de Os Mercenários 2, ou seja, com um tema principal forte e dominado por faixas de ação. O Homem de Ferro sempre teve um lado “rock” a ele associado, e os demais compositores buscaram, cada um ao seu modo, mesclar esse elemento eletro-eletrônico com as sonoridades orquestrais de uma trilha sonora tradicional. E a meu ver Tyler foi o que se saiu melhor nesse aspecto, com tais elementos integrando-se mais harmoniosamente na partitura.

Buscando inspiração em um dos seus maiores ídolos, Jerry Goldsmith, Tyler constrói seu trabalho a partir de um tema forte, que inicia o álbum em uma interpretação completa ouvida em “Iron Man 3”. O tema torna-se mais marcante graças ao belo uso do coral nessa composição, e também porque se faz presente em praticamente todas as grandes faixas de ação do álbum, como “Attack On 10880 Malibu Point”.

O score sem dúvida possui um caráter épico, e soa mais ambicioso do que aqueles que o precederam. Além disso, achei esta uma trilha de ação mais refinada, onde Tyler, numa aparente evolução em sua escrita para este tipo de material, parece nele ter imbuído, em alguns momentos, aspectos eficazmente mais dramáticos e até sensíveis.

O compositor fecha a trilha sonora com a esfuziante “Can You Dig It (Iron Man 3 Main Titles)”, uma balançante versão do seu tema principal que faz um acompanhamento à altura dos excelentes créditos finais do filme, criados num estilo que evoca os quadrinhos e as primeiras aparições animadas do super herói.

Ainda não tenho certeza se Iron Man 3 é um score superior ao do filme anterior, composto por John Debney, mas certamente é uma ótima audição do início ao fim. Na dúvida repeti a avaliação daquele, porém a impressão que me fica é que Brian Tyler foi quem criou a voz musical definitiva para o personagem, assim como Alan Silvestri fez para Capitão América.

Faixas:

1. Iron Man 3
2. War Machine
3. Attack on 10880 Malibu Point
4. Isolation
5. Dive Bombers
6. New Beginnings
7. Extremis
8. Stark
9. Leverage
10. The Mandarin
11. Heat and Iron
12. Misfire
13. Culmination
14. The Mechanic
15. Hot Pepper
16. Another Lesson from Mandy
17. Dr. Wu
18. Return
19. Battle Finale
20. Can You Dig It (Iron Man 3 Main Titles)

Duração: 75:39

Jorge Saldanha

16 opiniões sobre “Resenha: IRON MAN 3 (SCORE) – Brian Tyler (Trilha Sonora)”

  1. Brian Tyler nem de longe é o meu compositor favorito, contudo, tenho que reconhecer que ele fez um trabalho muito bom, um dos melhores scores para os filmes da Marvel, ao lado do Capitão América, de Alan Silvestri. Foi uma grata surpresa, e espero que a trilha do Thor – O Mundo Sombrio, de Carter Burwell, siga a mesma linha de qualidade.

    Curtir

  2. “(e que recentemente teve a espinhosa tarefa de compor a trilha original da refilmagem de Conan, O Bárbaro – sem surpresa, filme e trilha ficaram a anos-luz do trabalho original de John Millius e Basil Poledouris)”

    Engraçado, pensava eu que tinha sido o Tyler Bates que assinou àquela bomba…

    Curtir

  3. Excelente e empolgante score ! Acho que o tom épico evocado por Tyler trouxe uma dimensão única para o filme. Arrisco dizer que a trilha “carrega” a película em vários momentos e que o filme não teria funcionado tão bem sem ela. Grata surpresa ! Concorda Jorge ?

    Curtir

  4. Homem de Ferro é um claro trabalho de salada de trilhas sonoras. 3 compositores e um terceiro tema que mesmo sendo forte não garante que será usado nos próximos filmes, salvo se repetir o mesmo compositor. Um triste fato, uma vez que ator e personagem encaixaram perfeitamente na tela. Merecia um tema forte já de cara. Mas os produtores e diretores não estão nem aí para tema de herói, música para eles é fundo para o filme. Sorte nossa quando aparece um compositor inspirado como foi Brian Tyler.
    Detalhe, Tyler substituiu Jerry Goldsmith em LINHA DO TEMPO e fez para mim sua melhor trilha sonora até o momento, junto a ótimos trabalhos como FILHOS DE DUNA.

    Curtir

  5. Gostaria de comentar que nunca fui fã do trabalho de Brian Tyler, mas depois desse Iron Man 3 e da grata surpresa que tive ao saber que foi ele quem “remodelou” o tema de abertura da Universal para os 100 anos da empresa, passei a ver o compositor com melhores olhos.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s