Arquivo da tag: John Barry

Lançamentos de Trilhas Sonoras – 16/02/2017


Confira os principais lançamentos de trilhas sonoras desta semana: Continuar lendo Lançamentos de Trilhas Sonoras – 16/02/2017

Lançamentos de Trilhas Sonoras – 02/12/2016


Confira os principais lançamentos de trilhas sonoras desta semana: Continuar lendo Lançamentos de Trilhas Sonoras – 02/12/2016

Lançamentos de Trilhas Sonoras – 04/11/2016


Confira os principais lançamentos de trilhas sonoras desta semana: Continuar lendo Lançamentos de Trilhas Sonoras – 04/11/2016

Na Trilha: Ouvindo 007 – THE LIVING DAYLIGHTS, LICENCE TO KILL, GOLDENEYE (Parte 5)


Antecedendo à chegada, aos cinemas, do novo filme de James Bond, 007 Contra Spectre, nesta série de resenhas iremos levá-lo a uma viagem pelo universo musical do agente secreto mais famoso – e longevo – da história do cinema. O ano primeiramente indicado refere-se à edição da trilha sonora comentada, e não ao lançamento do filme.

Leia a Parte 1 – Leia a Parte 2 – Leia a Parte 3 – Leia a Parte 4


livingCD007 – Marcado Para a Morte 
(The Living Daylights, John Barry, 2003, star_4) – The Living Daylights foi a última trilha sonora que John Barry compôs para a famosa série, e há o consenso de que se trata de um de seus melhores trabalhos para Bond. Este filme marcou a estréia de Timothy Dalton no papel do agente secreto. Dalton, vinte anos mais jovem que Roger Moore, trouxe à série ares novos e dinâmicos, mas também um lado mais sombrio e realista. John Barry aproveitou este novo cenário para introduzir algumas modificações no estilo musical que havia utilizado durante todo o período de Roger Moore. Em Marcado Para a Morte tivemos sonoridades mais modernas e rápidas, com novos estilos de instrumentação, entre os quais se destacou fortemente a incorporação de sintetizadores. Dado o sucesso obtido pela canção principal de Na MIra dos Assassinos, os produtores novamente insistiram com uma banda da moda para interpretar a canção dos créditos iniciais. A escolha recaiu no grupo norueguês a-ha para interpretar o tema “The Living Daylights”, composto por John Barry e Paul Waaktaar (membro do grupo). Continuar lendo Na Trilha: Ouvindo 007 – THE LIVING DAYLIGHTS, LICENCE TO KILL, GOLDENEYE (Parte 5)

Na Trilha: Ouvindo 007 – FOR YOUR EYES ONLY, OCTOPUSSY, A VIEW TO A KILL (Parte 4)


Antecedendo à chegada, aos cinemas, do novo filme de James Bond, 007 Contra Spectre, nesta série de resenhas iremos levá-lo a uma viagem pelo universo musical do agente secreto mais famoso – e longevo – da história do cinema. O ano primeiramente indicado refere-se à edição da trilha sonora comentada, e não ao lançamento do filme.

Leia a Parte 1 – Leia a Parte 2 – Leia a Parte 3

fyeoCD007 – Somente Para os Seus Olhos (For Your Eyes Only, Bill Conti, 2003, star_3) – Em 1981 John Barry novamente não estava disponível para compor a música para 007 – Somente Para os Seus Olhos, e ele mesmo sugeriu como seu substituto o músico norte-americano Bill Conti. Na ocasião, Conti já se aproximava dos quarenta anos e sua carreira havia sido bastante irregular, tendo como trabalho mais destacado a trilha sonora do filme Rocky e três de suas continuações. Em 1983 Conti conquistou o Oscar por sua partitura para o filme Os Eleitos, e posteriormente compôs a música para películas como a trilogia Karatê Kid, Mestres do Universo, alguns filmes de Sylvester Stallone e algumas comédias de Leslie Nielsen. Possivelmente For Your Eyes Only tenha sido a grande chance de Conti para consolidar-se, porém isto não ocorreu, já que esta trilha sonora em hipótese nenhuma pode ser considerada uma das melhores da série. Continuar lendo Na Trilha: Ouvindo 007 – FOR YOUR EYES ONLY, OCTOPUSSY, A VIEW TO A KILL (Parte 4)

Na Trilha: Ouvindo 007 – THE MAN WITH THE GOLDEN GUN, THE SPY WHO LOVED ME, MOONRACKER (Parte 3)


Antecedendo à chegada, aos cinemas, do novo filme de James Bond, 007 Contra Spectre, nesta série de resenhas iremos levá-lo a uma viagem pelo universo musical do agente secreto mais famoso – e longevo – da história do cinema. O ano primeiramente indicado refere-se à edição da trilha sonora comentada, e não ao lançamento do filme.

Leia a Parte 1 – Leia a Parte 2

ManwithgoldengunCD007 Contra O Homem da Pistola de Ouro (The Man With The Golden Gun, John Barry, 2003, star_2_5) – 007 Contra o Homem da Pistola de Ouro é considerado quase unanimemente como o filme mais fraco da série de James Bond, e sua música não tem uma sorte muito distinta. É justo assinalar que esta trilha sonora não é a pior, ainda que seja a pior composta por John Barry, que voltou para este filme após Com 007 Viva e Deixe Morrer, cuja trilha  foi de George Martin. Sem dúvida não foi um regresso glorioso de Barry já que, francamente, a música que compôs para este filme foi bastante deficiente, inclusive o próprio compositor evita falar muito a respeito por não sentir que tenha feito um bom trabalho. Igual situação ocorre com o co-autor da canção principal, Don Black. Continuar lendo Na Trilha: Ouvindo 007 – THE MAN WITH THE GOLDEN GUN, THE SPY WHO LOVED ME, MOONRACKER (Parte 3)

Na Trilha: Ouvindo 007 – ON HER MAJESTY’S SECRET SERVICE, DIAMONDS ARE FOREVER, LIVE AND LET DIE (Parte 2)


Antecedendo à chegada, aos cinemas, do novo filme de James Bond, 007 Contra Spectre, nesta série de resenhas iremos levá-lo a uma viagem pelo universo musical do agente secreto mais famoso – e longevo – da história do cinema. O ano primeiramente indicado refere-se à edição da trilha sonora comentada, e não ao lançamento do filme.

Leia a Parte 1

ohmssCD007 A Serviço Secreto de Sua Majestade (On Her Majesty’s Secret Service, John Barry, 2003, star_5) – Eis aqui, provavelmente, o filme mais ignorado, e portanto o menos conhecido de toda a série Bond, apesar de que para muitos especialistas seja dos melhores. Ao analisar individualmente alguns dos aspectos da produção, estes também se posicionam entre os mais destacados da franquia. Um deles, sem dúvida, é a música. É opinião quase unânime de que esta trilha sonora, se não é a melhor da série, pelo menos é a melhor que John Barry já compôs para James Bond. Uma das particularidades deste trabalho é não se ajustar fielmente à estrutura musical tradicional dos filmes de Bond, apresentando várias novidades. Continuar lendo Na Trilha: Ouvindo 007 – ON HER MAJESTY’S SECRET SERVICE, DIAMONDS ARE FOREVER, LIVE AND LET DIE (Parte 2)