Perfil: Barry Gray (1908-1984)


Barry Gray

Em uma época em que os programas infanto-juvenis respeitavam a sensibilidade e a inteligência dos mais jovens, o produtor inglês Gerry Anderson legou ao mundo séries futuristas como THUNDERBIRDS, STINGRAY, U.F.O. e ESPAÇO: 1999. Continuar lendo “Perfil: Barry Gray (1908-1984)”

Anúncios

Perfil: Maurice Jarre (1924-2009)


O cenário épico-musical de Lawrence da Arábia, o inesquecível tema romântico Lara’s Theme de Dr. Jivago, os autênticos sons japoneses da música de Shogun, o poder inerente do score para as cenas de suspense em A Testemunha… Todos são exemplos marcantes da obra de um único compositor, Maurice Jarre, cujos três Oscars, seis indicações ao Oscar, dois prêmios da Academia Britânica, um prêmio francês César, quatro Globos de Ouro, além de outras numerosas honrarias, espelham uma longa e respeitada carreira como compositor de música original e consistente para o cinema. Continuar lendo “Perfil: Maurice Jarre (1924-2009)”

Jóhann Johánnsson (1969-2018)


O compositor islandês Jóhann Johánnsson faleceu prematuramente ontem, 09 de fevereiro, aos 48 anos de idade. A causa da sua morte não foi divulgada. Continuar lendo “Jóhann Johánnsson (1969-2018)”

Mostra em São Paulo Homenageia os 90 anos de Ennio Morricone


As composições do maestro italiano Ennio Morricone fazem parte da trilha sonora de mais de 500 filmes e, principalmente, da vida de muita gente. Continuar lendo “Mostra em São Paulo Homenageia os 90 anos de Ennio Morricone”

Perfil: Alex North (1910-1991)


Alex North

O dia 8 de setembro de 2017 marcou o 26º aniversário da morte de Alex North, que apesar de não possuir a mesma popularidade de outros seus colegas contemporâneos, é considerado pelos críticos como um dos maiores compositores da moderna música para o cinema. North nasceu em Chester, Pennsylvania, EUA, em 4 de dezembro de 1910, filho de pais que emigraram da Rússia. Seus primeiros anos em Chester foram de muita dificuldade, principalmente após a morte do seu pai. Mesmo assim, os extraordinários e reconhecidos dotes musicais do jovem lhe garantiram convites para estudar no Curtis Institute e na Julliard School. De 1932 a 1940, North estudou com renomados compositores de todo o mundo, como Anton Weprik, Victor Bielyi, Silvestre Revueltas, Aaron Copland e Ernst Toch. Nessa época ele foi diretor musical do Latvian State Theatre e lecionou nas universidades de Bennington, Briarcliff e Finch. Além disso, compôs balés para Martha Graham, Hanya Holm, Agnes de Mille e Anna Sokolow. Continuar lendo “Perfil: Alex North (1910-1991)”

Na Trilha: Alguns Sagrados Ensinamentos dos Grandes Mestres


O processo de composição musical para cinema – seja longa, curta, publicitário, documentário, etc – é um exercício único de precisão, bom senso, versatilidade, paciência e talento. Em alguns casos, também é importante uma boa dose de bom humor, de experiência, e até de fé… Continuar lendo “Na Trilha: Alguns Sagrados Ensinamentos dos Grandes Mestres”

Perfil: DANNY ELFMAN


Square version of Danny Elfman.jpg.
Danny Elfman

Dentre todos os compositores atualmente trabalhando em Hollywood, o norte-americano Danny Elfman é um dos que possui o maior número de fãs. Graças ao seu estilo único, no qual diferentes gêneros musicais convivem em harmonia, ele também obteve o reconhecimento da crítica, tornando-se um compositor requisitado. Continuar lendo “Perfil: DANNY ELFMAN”

Tarso Ramos lançará Livro de Caricaturas de Compositores do Cinema (ATUALIZADO)


ATUALIZADO em 24/03/2017: O livro Compositores do Cinema, com desenhos de Tarso Ramos e textos do ScoreTrack.net, já está à venda no Clube de Autores. Clique AQUI para garantir o seu.   Continuar lendo “Tarso Ramos lançará Livro de Caricaturas de Compositores do Cinema (ATUALIZADO)”

HUMOR: Homenagem a Quincy Jones


Tarso Ramos apresenta aos nossos leitores a caricatura do grande compositor, produtor, arranjador e maestro norte-americano Quincy Jones, que hoje, 14 de março de 2017, completa 84 anos: Continuar lendo “HUMOR: Homenagem a Quincy Jones”

HUMOR: Homenagem a John Williams


Em uma bem-humorada homenagem ao grande maestro e compositor John Williams, que hoje, 08 de fevereiro de 2017, completa 85 anos, Tarso Ramos presenteia nossos leitores com a caricatura do Mestre, cuja trilha sonora para Star Wars: O Último Jedi chega no final do ano: Continuar lendo “HUMOR: Homenagem a John Williams”

Perfil: ISAAC HAYES (1942 – 2008)


isaac-hayesIsaac Hayes, um dos maiores intérpretes da soul music a partir dos anos 1970, nasceu no dia 20 de agosto de 1942, em Covington, no Tennesse. Ele perdeu os pais ainda na infância e foi criado pelos avós. Hayes foi durante muitos anos compositor e arranjador da gravadora Stax Records, em Memphis. Ele também foi backing vocal de artistas como Otis Redding e Sam & Dave, nos anos 1960. Continuar lendo “Perfil: ISAAC HAYES (1942 – 2008)”

Falecimentos: GEORGE MARTIN, GATO BARBIERI


George_Martin
George Martin

George Martin (1926-2016)
O produtor musical, arranjador, compositor, engenheiro sonoro, músico e maestro londrino George Henry Martin, faleceu no último dia 8 de março em sua residência, aos 90 anos. Devido à sua importância em relação à produção musical dos discos da lendária banda britânica The Beatles, ele foi chamado de “o quinto Beatle”.  Martin compôs a trilha sonora do filme Com 007 Viva e Deixe Morrer (Live and Let Die, 1973), que teve a canção título “Live and Let Die” interpretada pelo ex-Beatle Paul McCartney e sua banda Wings. Continuar lendo “Falecimentos: GEORGE MARTIN, GATO BARBIERI”

Perfil: Quincy Jones


jon1072Combinando música pop, soul, hip-hip-hop, jazz, clássica, africana e até mesmo brasileira em fusões originais e extraordinárias, Quincy Jones pode ser classificado como “um mestre inventor de híbridos musicais”. Mas além  disso, este notável artista foi o pioneiro dos negros norte-americanos em muitas áreas do show business. A lista das atividades nas quais se consagrou é longa: showman, compositor de trilhas sonoras, arranjador, regente, instrumentista, ator, produtor de discos, editor de revistas, produtor de televisão, executivo de gravadora e ativista social. Continuar lendo “Perfil: Quincy Jones”

James Horner: Homenagem de um Fã


hornerPensei que nunca fosse escrever este texto. Em todos os anos em que fui um admirador e fã incondicional de James Horner, nunca imaginei que chegaria o dia em que ele não estaria mais entre nós. Para nós, meros mortais, nossos ídolos são eternos, figuras grandiosas que viverão eternamente. Porém, nesta segunda-feira, 22 de junho, Horner foi tirado de nós de forma abrupta e brutal. O homem cuja música embalou a trilha sonora da minha vida e a de milhões de scoretrackers espalhados pelo mundo afora não iria mais nos presentear com novos trabalhos. Porém, quem disse que ele não viverá para sempre? Continuar lendo “James Horner: Homenagem de um Fã”

Perfil: MAX STEINER (1888-1971)


ms_01Um dos maiores compositores de trilhas sonoras de todos os tempos, Max Steiner nasceu em Viena, Áustria, no dia 10 de Maio de 1888. Filho e neto de empresários do entretenimento, ele herdou o nome Maximilian do avô, dono do Teatro de Viena, onde foram apresentadas operetas clássicas de Johann Strauss Jr. e Franz Lehár. Uma criança prodigiosa, Steiner completou o curso de quatro anos da Imperial Academy of Music em apenas um. Além disso, aos 16 anos de idade, escreveu trilha (música e letra) e libretto de The Beautiful Greek Girl, opereta apresentada durante um ano na capital austríaca. Curiosamente, The Beautiful Greek Girl e The Crystal Cup, outra opereta, foram dois raros trabalhos de Steiner como compositor antes de chegar à Hollywood. Continuar lendo “Perfil: MAX STEINER (1888-1971)”

Na Trilha: CHARLES GERHARDT e as Clássicas Trilhas Sonoras de Hollywood


gerhardt-74Charles Gerhardt vai ficar para sempre associado à música para cinema, e de fato, Gerhardt, em colaboração com George Korngold, foi um dos grandes responsáveis pelo início do reconhecimento dos pioneiros desta arte ainda muito negligenciada.

O norte-americano Charles Gerhardt nasceu a 6 de Fevereiro de 1927 em Detroit, no Michigan. Desde cedo demonstrou o seu talento musical: aos cinco anos já tocava piano e começou a compor e orquestrar aos nove. A sua aprendizagem formal teve início no College of William and Mary e na Julliard School of Music, em Nova York. Depois de cumprir o serviço militar, durante a Segunda Grande Guerra, onde era assistente de Capelão, continuou os estudos musicais, nas Universidades de Illinois e de Southern California. Continuar lendo “Na Trilha: CHARLES GERHARDT e as Clássicas Trilhas Sonoras de Hollywood”

Perfil: LALO SCHIFRIN


lalo_schifrinA partir das transformações pelas quais passou a música de cinema nos anos 1960, o pianista, arranjador e regente argentino Lalo Schifrin desenvolveu um estilo musical único. As marcantes misturas de efervescente jazz, eloquentes passagens sinfônicas e faixas de ação ritmadas garantiram sua popularidade através de gerações de ouvintes e uma posição privilegiada na galeria dos compositores da Silver Age do Cinema. Continuar lendo “Perfil: LALO SCHIFRIN”