Resenha: OBLIVION – M83, Anthony Gonzalez, Joseph Trapanese (Trilha Sonora)


Oblivion_CDMúsica de M83, Score composto por Anthony Gonzalez e Joseph Trapanese
Selo: Back Lot Music
Catálogo: D001809402
Lançamento: 09/04/2013
Cotação: ****

O diretor Joseph Kosinski, a cada filme, vai definindo suas marcas registradas. Após assistirmos a Oblivion (2013), filme seguinte à sua estreia em Tron: O Legado (2010), podemos afirmar com firmeza que a criação de espetáculos sci-fi visualmente deslumbrantes é uma delas. Estética à parte, há uma diferença importante entre as duas realizações: se o primeiro era a continuação de um filme cultuado, o segundo é uma criação original de Kosinski, que concebeu Oblivion inicialmente como uma graphic novel. Dito isso, é forçoso reconhecer que seu novo filme busca inspiração em muitas obras que o precederam, produções que vão desde O Planeta dos Macacos até a animação Wall-E, passando por Independence Day e os filmes de outro jovem cineasta talentoso, Duncan Jones.

Indo na contramão de muitos que, por usar essas inspirações, consideraram Oblivion um filme destituído de qualquer originalidade, acho que Kosinski conseguiu usar essas referências para criar um filme suficientemente único para fugir do padrão das aventuras de ficção científica usuais que, a cada ano, Hollywood lança no circuito exibidor mundial. Aliás, no gênero, para mim o longa foi uma das boas surpresas de 2013, um raro exemplo de obra comercial contemporânea que, ao seu final, comove e não deixa (em princípio) margem para continuações. Oblivion é um filme que se basta por si só, satisfeito em fazer com que o espectador saia do cinema preservando em sua memória momentos, imagens e sons preciosos.

Continuar lendo Resenha: OBLIVION – M83, Anthony Gonzalez, Joseph Trapanese (Trilha Sonora)

Resenha: AMOR PLENO (Filme em Destaque)


AMOR PLENO (To The WonderEUA, 2013)
Gênero: Drama
Duração: 112 min.
ElencoBen AffleckOlga KurylenkoJavier BardemRachel McAdamsCasey Williams
Trilha Sonora Original: Hanan Townshend
RoteiroTerrence Malick
Direção: Terrence Malick
Cotação***½

Um filme como AMOR PLENO (2012) é um objeto completamente estranho na programação de um cinema de shopping. Especialmente no mês de julho. Por isso a rejeição que causa aos desavisados. AMOR PLENO é cinema-poesia, algo que raramente se faz, quando a tendência é o cinema-prosa, o cinema em que se conta uma história como em um romance. A história neste filme de Terrence Malick, no caso, é o que menos importa. Quem viu A ÁRVORE DA VIDA (2011) já sabe mais ou menos o que esperar, embora se trate de um filme menos ambicioso em diversos aspectos.

Algumas coisas incomodam, como o fato de Ben Affleck não dizer uma palavra sequer na língua de sua namorada/noiva. Aliás, ele mal fala durante o filme inteiro. E quando responde uma pergunta em francês da garotinha, ele responde em inglês. Isso pode ser visto como uma tendência do americano em rejeitar a língua estrangeira, mas no filme acaba ganhando outra conotação: a da dificuldade de comunicação e sintonia entre os personagens de Affleck e Olga Kurylenko. A atriz ucraniana, aliás, nunca esteve tão linda (se esteve, desconheço).

Continuar lendo Resenha: AMOR PLENO (Filme em Destaque)

John Williams fala sobre a futura Trilha Sonora de STAR WARS: EPISÓDIO VII


Ontem, na Star Wars Celebration Europe, o Mestre John Williams foi oficialmente confirmado como o compositor dos próximos três filmes da saga Star Wars. No vídeo abaixo, ele fala sobre a composição do score do Episódio VII:

CD NEWS: Lançamentos de 30 de Julho a 10 de Setembro


CD

30 de Julho
Caprica (the series) Bear McCreary – La-La Land
Cool Air/Invasion – Tony Riparetti – Howlin’ Wolf
Dark Souls – Wojciech Golczewski – Howlin’ Wolf
Red 2 Alan Silvestri – La-La Land
The Warriors – Barry DeVorzon – La-La Land

06 de Agosto
Elysium Ryan Amon – Varese Sarabande
Percy Jackson: Sea of Monsters – Andrew Lockington – Sony
Planes – Mark Mancina – Disney
Prince Avalanche – David Wingo, Explosions in the Sky – Temporary Residence
The Smurfs 2 – Heitor Pereira – Varese Sarabande
Star Trek: Insurrection Jerry Goldsmith – GNP Crescendo

Continuar lendo CD NEWS: Lançamentos de 30 de Julho a 10 de Setembro

Lançamentos de Trilhas Sonoras – 25/07/2013


CD

As seguintes trilhas sonoras já estão à venda nas principais lojas online internacionais:

The Conjuring –  Joseph Bishara (La-La Land LLLCD 1265)

Hangover TrilogyChristophe Beck (Varese Sarabande 302 067 205 8)

The Lone RangerHans Zimmer (Disney / Intrada D001809402) – 49:35

Continuar lendo Lançamentos de Trilhas Sonoras – 25/07/2013

Resenha: THE LONE RANGER – Hans Zimmer (Trilha Sonora)


Lone_Ranger_CDMúsica composta por Hans Zimmer
Selo: Walt Disney Records / Intrada
Catálogo: D001809402
Lançamento: 25/06/2013
Cotação: ****

Após compor a heroica e enérgica trilha de O Homem de Aço, Hans Zimmer foi contratado para trabalhar no faroeste de aventura O Cavaleiro Solitário, dirigido por Gore Verbinski (que já havia colaborado com o compositor em seus filmes anteriores), substituindo o roqueiro Jack White. Para a partitura, o músico alemão, apesar de ainda utilizar algumas de suas experimentações, nos trouxe um de seus scores mais orquestrais dos últimos anos, ou melhor, a versão de Zimmer para uma trilha à moda antiga.

A trilha de O Cavaleiro Solitário é uma mistura dos scores de Rango e Sherlock Holmes, tanto o primeiro quanto o segundo. Além disso, também encontramos influências de compositores como Ennio Morricone (do qual Zimmer é fã) e John Barry. Apesar de não ser um trabalho tão original do compositor, ainda assim encontramos alguns bons momentos, que tornam esta uma partitura que vale a pena ser ouvida.

Continuar lendo Resenha: THE LONE RANGER – Hans Zimmer (Trilha Sonora)

Resenha: O CONCURSO (Filme em Destaque)


O CONCURSO (Brasil, 2013)
Gênero: Comédia
Duração: 87 min.
Elenco: Anderson De Rizzi, Carol CastroDanton Mello, Emiliano Queiroz, Fábio Porchat, Jackson Antunes, Nelson Freitas, Pedro Paulo Rangel, Rodrigo Pandolfo, Sabrina Sato, Sandra Pêra
Roteiro: L.G. Tubaldini Jr., Leonardo Levis
Direção: Pedro Vasconcelos
Cotação**

Quem gostou de VAI QUE DÁ CERTO, uma das melhores comédias brasileiras dos últimos anos, até pode ficar um pouco esperançoso com O CONCURSO (2013), estreia no cinema de Pedro Vasconcelos, diretor de programas de televisão da Rede Globo desde os anos 1990. Infelizmente o que há de comum entre os dois filmes é apenas a presença de Danton Mello e Fábio Porchat, que continuam muito bons no que fazem, mas, com um roteiro fraco e piadas que nem sempre funcionam, acabam sendo subutilizados.

Ainda assim, O CONCURSO é diversão escapista agradável de ver, caso não se espere nada além de uma comédia besteirol. O filme brinca com estereótipos de quatro finalistas de um concurso para juiz federal. Um vem de Minas Gerais (Rodrigo Pandolfo), outro do Ceará (Anderson De Rizzi), outro do Rio Grande do Sul, mais exatamente de Pelotas (Fábio Porchat), e o outro é do Rio de Janeiro (Danton Mello). Assim, o mineiro é tímido, o cearense é supersticioso e religioso (às vezes lembra mais o perfil de um baiano), o gaúcho é gay e o carioca é malandro.

Continuar lendo Resenha: O CONCURSO (Filme em Destaque)