Jóhann Johánnsson (1969-2018)


O compositor islandês Jóhann Johánnsson faleceu prematuramente ontem, 09 de fevereiro, aos 48 anos de idade. A causa da sua morte não foi divulgada. Continuar lendo “Jóhann Johánnsson (1969-2018)”

Anúncios

Mostra em São Paulo Homenageia os 90 anos de Ennio Morricone


As composições do maestro italiano Ennio Morricone fazem parte da trilha sonora de mais de 500 filmes e, principalmente, da vida de muita gente. Continuar lendo “Mostra em São Paulo Homenageia os 90 anos de Ennio Morricone”

Perfil: Alex North (1910-1991)


Alex North

O dia 8 de setembro de 2017 marcou o 26º aniversário da morte de Alex North, que apesar de não possuir a mesma popularidade de outros seus colegas contemporâneos, é considerado pelos críticos como um dos maiores compositores da moderna música para o cinema. North nasceu em Chester, Pennsylvania, EUA, em 4 de dezembro de 1910, filho de pais que emigraram da Rússia. Seus primeiros anos em Chester foram de muita dificuldade, principalmente após a morte do seu pai. Mesmo assim, os extraordinários e reconhecidos dotes musicais do jovem lhe garantiram convites para estudar no Curtis Institute e na Julliard School. De 1932 a 1940, North estudou com renomados compositores de todo o mundo, como Anton Weprik, Victor Bielyi, Silvestre Revueltas, Aaron Copland e Ernst Toch. Nessa época ele foi diretor musical do Latvian State Theatre e lecionou nas universidades de Bennington, Briarcliff e Finch. Além disso, compôs balés para Martha Graham, Hanya Holm, Agnes de Mille e Anna Sokolow. Continuar lendo “Perfil: Alex North (1910-1991)”

Na Trilha: Alguns Sagrados Ensinamentos dos Grandes Mestres


O processo de composição musical para cinema – seja longa, curta, publicitário, documentário, etc – é um exercício único de precisão, bom senso, versatilidade, paciência e talento. Em alguns casos, também é importante uma boa dose de bom humor, de experiência, e até de fé… Continuar lendo “Na Trilha: Alguns Sagrados Ensinamentos dos Grandes Mestres”

Perfil: DANNY ELFMAN


Square version of Danny Elfman.jpg.
Danny Elfman

Dentre todos os compositores atualmente trabalhando em Hollywood, o norte-americano Danny Elfman é um dos que possui o maior número de fãs. Graças ao seu estilo único, no qual diferentes gêneros musicais convivem em harmonia, ele também obteve o reconhecimento da crítica, tornando-se um compositor requisitado. Continuar lendo “Perfil: DANNY ELFMAN”

Tarso Ramos lançará Livro de Caricaturas de Compositores do Cinema (ATUALIZADO)


ATUALIZADO em 24/03/2017: O livro Compositores do Cinema, com desenhos de Tarso Ramos e textos do ScoreTrack.net, já está à venda no Clube de Autores. Clique AQUI para garantir o seu.   Continuar lendo “Tarso Ramos lançará Livro de Caricaturas de Compositores do Cinema (ATUALIZADO)”

HUMOR: Homenagem a Gilberto Mendes


Com a caricatura abaixo, Tarso Ramos faz uma bem-humorada homenagem ao compositor, regente orquestral, professor e jornalista santista Gilberto Mendes, falecido dia 1º de janeiro de 2016, aos 93 anos: Continuar lendo “HUMOR: Homenagem a Gilberto Mendes”

Perfil: ISAAC HAYES (1942 – 2008)


isaac-hayesIsaac Hayes, um dos maiores intérpretes da soul music a partir dos anos 1970, nasceu no dia 20 de agosto de 1942, em Covington, no Tennesse. Ele perdeu os pais ainda na infância e foi criado pelos avós. Hayes foi durante muitos anos compositor e arranjador da gravadora Stax Records, em Memphis. Ele também foi backing vocal de artistas como Otis Redding e Sam & Dave, nos anos 1960. Continuar lendo “Perfil: ISAAC HAYES (1942 – 2008)”

Falecimentos: GEORGE MARTIN, GATO BARBIERI


George_Martin
George Martin

George Martin (1926-2016)
O produtor musical, arranjador, compositor, engenheiro sonoro, músico e maestro londrino George Henry Martin, faleceu no último dia 8 de março em sua residência, aos 90 anos. Devido à sua importância em relação à produção musical dos discos da lendária banda britânica The Beatles, ele foi chamado de “o quinto Beatle”.  Martin compôs a trilha sonora do filme Com 007 Viva e Deixe Morrer (Live and Let Die, 1973), que teve a canção título “Live and Let Die” interpretada pelo ex-Beatle Paul McCartney e sua banda Wings. Continuar lendo “Falecimentos: GEORGE MARTIN, GATO BARBIERI”

PAS DE DEUX: O Último Concerto de James Horner


pas_de_deux_CDVocê provavelmente não conhece nenhum filme chamado Pas de Deux – ou, pelo menos, nenhum que tenha sido musicado por James Horner. Isto porque o disco que tratarei neste artigo não é a trilha de um filme, mas sim a gravação, lançada pela Mercury Records, do último concerto do prematuramente falecido compositor. Sua estreia foi em Liverpool, ao final do ano passado, interpretado pela Royal Liverpool Philharmonic Orchestra, regida pelo maestro Vasily Petrenko, e pelos irmãos noruegueses Mari e Hakon Samuelsen, no violino e no cello, respectivamente. Continuar lendo “PAS DE DEUX: O Último Concerto de James Horner”

Ennio Morricone será o Compositor do próximo Filme de Quentin Tarantino


Ennio Morricone abriu o MÚSICA EM CENA com um grandioso concerto
Ennio Morricone

Na San Diego Comic-Con 2015, que se encerrou neste último domingo, o diretor Quentin Tarantino anunciou que o lendário compositor Ennio Morricone comporá a trilha sonora original completa do seu próximo filme, o western Os 8 Odiados (The Hateful Eight), cuja estreia está prevista para 14 de janeiro de 2016 no Brasil. Continuar lendo “Ennio Morricone será o Compositor do próximo Filme de Quentin Tarantino”

James Horner: Homenagem de um Fã


hornerPensei que nunca fosse escrever este texto. Em todos os anos em que fui um admirador e fã incondicional de James Horner, nunca imaginei que chegaria o dia em que ele não estaria mais entre nós. Para nós, meros mortais, nossos ídolos são eternos, figuras grandiosas que viverão eternamente. Porém, nesta segunda-feira, 22 de junho, Horner foi tirado de nós de forma abrupta e brutal. O homem cuja música embalou a trilha sonora da minha vida e a de milhões de scoretrackers espalhados pelo mundo afora não iria mais nos presentear com novos trabalhos. Porém, quem disse que ele não viverá para sempre? Continuar lendo “James Horner: Homenagem de um Fã”

Perfil: MAX STEINER (1888-1971)


ms_01Um dos maiores compositores de trilhas sonoras de todos os tempos, Max Steiner nasceu em Viena, Áustria, no dia 10 de Maio de 1888. Filho e neto de empresários do entretenimento, ele herdou o nome Maximilian do avô, dono do Teatro de Viena, onde foram apresentadas operetas clássicas de Johann Strauss Jr. e Franz Lehár. Uma criança prodigiosa, Steiner completou o curso de quatro anos da Imperial Academy of Music em apenas um. Além disso, aos 16 anos de idade, escreveu trilha (música e letra) e libretto de The Beautiful Greek Girl, opereta apresentada durante um ano na capital austríaca. Curiosamente, The Beautiful Greek Girl e The Crystal Cup, outra opereta, foram dois raros trabalhos de Steiner como compositor antes de chegar à Hollywood. Continuar lendo “Perfil: MAX STEINER (1888-1971)”

Perfil: LALO SCHIFRIN


lalo_schifrinA partir das transformações pelas quais passou a música de cinema nos anos 1960, o pianista, arranjador e regente argentino Lalo Schifrin desenvolveu um estilo musical único. As marcantes misturas de efervescente jazz, eloquentes passagens sinfônicas e faixas de ação ritmadas garantiram sua popularidade através de gerações de ouvintes e uma posição privilegiada na galeria dos compositores da Silver Age do Cinema. Continuar lendo “Perfil: LALO SCHIFRIN”

John Williams está fora do próximo filme de Spielberg


John Williams
John Williams

Ontem, a DreamWorks Pictures anunciou que o próximo filme do diretor Steven Spielberg, Bridge of Spies, drama ambientado no período da Guerra Fria que será lançado no dia 16 de outubro, não terá a trilha sonora composta por John Williams. Ele será substituído por Thomas Newman (Beleza Americana, 007 – Operação Skyfall). Continuar lendo “John Williams está fora do próximo filme de Spielberg”

Perfil: DIMITRI TIOMKIN (1894-1979)


DT_&_Oscar_por_Fio_de_Esperanca“Minha luta… é somente por um pouco de dignidade. Não somente para os compositores, mas para todos os profissionais envolvidos em um filme” (Dimitri Tiomkin)

Filho de uma professora de música e um médico, Dimitri Zinovich Tiomkin nasceu em Kremenchuk, na Ucrânia, no dia 10 de maio de 1894. Estudou música no Conservatório de São Petersburgo, onde sobressaiu-se como solista de piano e foi colega de turma de Sergei Prokofiev. Tiomkin estreou no mundo da sétima arte fazendo acompanhamento para filmes mudos russos e franceses nos cinemas de São Petersburgo, além de balés e performances cômicas, o que ajudou-o na formação de sua base para sua futura experiência nos Estados Unidos. Com as turbulências políticas vividas durante a Revolução Russa, Tiomkin decidiu deixar o país em 1921 a bordo de um cargueiro em direção a Berlim, onde seu pai já vivia com sua madrasta. Continuar lendo “Perfil: DIMITRI TIOMKIN (1894-1979)”

Perfil: FRANZ WAXMAN (1906-1967)


fwaxman2Autor de uma variedade musical invejável e reconhecida mundialmente, Franz Wachsmann, ou como é mais conhecido, Franz Waxman, viveu quase toda a sua vida como compositor, condutor e empresário. Ele nasceu em Konigshutte, Upper Silésia, Alemanha, em 24 de dezembro de 1906, e foi o mais novo de seis filhos. Ninguém na familia era músico, exceto Franz, que começou a aprender piano com a idade de 7 anos. Seu pai foi um industrial e não acreditava que seu filho poderia ganhar a vida com a música, encorajando-o a uma carreira bancária. Ele trabalhou dois anos e meio como caixa e usou seu salário para pagar as suas lições de piano, harmonia e composição. Então, saiu do banco onde trabalhava e mudou-se para Dresden, e depois para Berlin para estudar música. Durante este período ele pagou por sua educação musical tocando piano em nightclubs e com os Weintraub Syncopaters, uma banda de jazz popular dos anos 20, da qual fez parte como pianista. Enquanto estava na banda ele começou a fazer seus arranjos, e suas orquestrações para alguns antigos filmes musicais da Alemanha. Continuar lendo “Perfil: FRANZ WAXMAN (1906-1967)”