Feliz 100º Aniversário a Bernard Herrmann


Caso vivo estivesse Bernard Herrmann, um dos maiores e mais influenciais compositores da história da música do Cinema, estaria completando hoje 100 anos. Para saber mais sobre a importância desse lendário e irascível compositor, colaborador de Alfred Hitchcock e que compôs antológicas trilhas sonoras de suspense, fantasia e ficção científica, leia AQUI a biografia de nosso siteAQUI um interessante artigo sobre o centenário do maestro, escrito por nosso colaborador Fábio Scrivano, e assista abaixo um vídeo tributo em que a música fala mais alto:

CAVALO DE GUERRA: assista ao trailer do novo filme de Steven Spielberg, com trilha sonora de John Williams


Lançamentos de Trilhas Sonoras – 27/06/2011


As seguintes trilhas sonoras chegaram às lojas online internacionais:

Monte Carlo –  Michael Giacchino (Varèse Sarabande 302 067 100 2)

Mr. Popper’s Penguins – Rolfe Kent (Varèse Sarabande 302 067 103 2

Shoot To Kill – John Scott (Intrada Special Collection Volume 173) – 77:41

Studs LoniganJerry Goldsmith (Quartet QRSCE026) – 33:16

Up – Michael Giacchino (Disney / Intrada D001372702) – 53:22

X-Men: First Class – Henry Jackman (Sony 924512)

BD NEWS: assista em HD ao trailer do lançamento da Trilogia JURASSIC PARK em Blu-ray


Fred Steiner (1923-2011)


O compositor Fred Steiner faleceu na última quinta-feira, aos 88 anos, de causas naturais. No cinema, ele fez parte da equipe de compositores de A Cor Púrpura (1985), e orquestrou / adaptou a música de outros compositores, de forma não creditada, em filmes como Jornada nas Estrelas: O Filme (1979) e O Retorno de Jedi (1983). No entanto Steiner será mais lembrado por seu prolífico trabalho em séries de televisão principalmente na década de 1960, destacando Perry Mason (1962-1966), Gunsmoke (1960-1965), Rawhide (1961-1964), Alceu e Dentinho (1961-1964), Guerra, Sombra e Água Fresca (1965-1966) e, especialmente, Jornada nas Estrelas (1966-1967).

Resenha: POTICHE: ESPOSA TROFÉU (Filme em Destaque)


POTICHE: ESPOSA TROFÉU (Potiche, França, 2010)
Gênero: Comédia
Duração: 103 min.
Elenco: Catherine Deneuve, Gérard Depardieu, Fabrice Luchini, Karin Viard, Judith Godrèche, Jérémie Renier, Sergi López
Compositor: Philippe Rombi 
Roteirista: François Ozon
Diretor: François Ozon
Cotação: **

François Ozon é um dos diretores mais regulares do novo cinema francês. Mas nem sempre ele pode agradar a todos quando se refugia no território da comédia, o mais difícil dos gêneros. O francês, por natureza, tem um senso de humor bem particular e isso, naturalmente, transparece nos filmes. Salvo algumas exceções, como Jacques Tati e seu mais recente herdeiro, Emmanuel Mouret, que conseguem arrancar gargalhadas da plateia, as comédias francesas, principalmente as mais sofisticadas, são mais para sorrir do que para rir. Isso, quando se está de bom humor.

POTICHE: ESPOSA TROFÉU (2010) tem os seus méritos, além de trazer um elenco de primeira grandeza, com a presença de Catherine Deneuve e Gérard Depardieu, dois gigantes da cinematografia francesa. Ambos estão muito bem em seus papéis e a recriação do clima setentista é bem caprichada. Judith Godréche, que faz a filha de Deneuve, por exemplo, está a cara da Farrah Fawcett em tempos de AS PANTERAS. Continuar lendo Resenha: POTICHE: ESPOSA TROFÉU (Filme em Destaque)

Resenha: X-MEN – FIRST CLASS – Henry Jackman (Trilha Sonora)


Música composta por Henry Jackman
Selo: Sony Masterworks
Catálogo: SK8697923202
Lançamento: 28/06/2011
Cotação***½

Pensem o que quiserem de Hans Zimmer, mas inegavelmente o alemão é o mais influente compositor de cinema na atualidade. Esse status foi atingido, senão pelo virtuosismo do compositor, principalmente por dois fatores: a extrema eficácia de seus scores nos filmes e o lançamento no mercado de vários colaboradores que, após iniciarem suas carreiras em sua equipe, partiram para projetos solo que via de regra trazem neles embutidos o “Zimmer Sound”. É o caso de Henry Jackman, que possui background similar ao de Zimmer (tecladista de origem pop) e cujo trabalho individual começou a ser notado em Kick-Ass – Quebrando Tudo, não por acaso o filme anterior do diretor de X-Men – Primeira Classe, Matthew Vaughn.

A música na franquia X-Men é eclética, já que cada um dos seus cinco filmes até agora lançados (aí incluída a aventura solo de Wolverine) teve scores escritos por diferentes compositores. Dentre todos os meus preferidos são X-Men 2 e X-Men 3, respectivamente de John Ottman e John Powell, nos quais os compositores escreveram temas principais chamativos. Já a trilha sonora original de X-Men: First Class, como ouvida no filme, pouco se sobressai, contudo em disco as coisas mudam sensivelmente para melhor. Continuar lendo Resenha: X-MEN – FIRST CLASS – Henry Jackman (Trilha Sonora)