Resenha de Filme: TODO O DINHEIRO DO MUNDO


All the Money in the World, EUA, 2017
Gênero: Drama
Duração: 132 min.
ElencoMichelle Williams, Christopher Plummer, Mark Wahlberg, Romain Duris, Timothy Hutton, Charlie Plummer Trilha Sonora Original: Daniel Pemberton
Roteiro: David Scarpa
DireçãoRidley Scott
Cotação: Continuar lendo “Resenha de Filme: TODO O DINHEIRO DO MUNDO”

Anúncios

Resenha de Filme: ALIEN: COVENANT


Alien: Covenant, EUA, 2017
Gênero: Ficção Científica
Duração: 122 min.
ElencoMichael Fassbender, Katherine Waterston, Billy Crudup, Danny McBride, Callie Hernandez, Demián Bichir, James Franco, Noomi Rapace
Roteiro: Jack Paglen, Michael Green
Trilha SonoraJed Kurzel
DireçãoRidley Scott
Cotação: Continuar lendo “Resenha de Filme: ALIEN: COVENANT”

Resenha: EXODUS: GODS AND KINGS – Alberto Iglesias (Trilha Sonora)


Exodus_CDMúsica composta por Alberto Iglesias, música adicional de Federico Jusid e Harry Gregson-Williams
Selo: Sony Classical
Catálogo: 501908
Lançamento: 02/12/2014
Cotação: ***½

As trilhas para os filmes de Ridley Scott costumam ser uma faca de dois gumes: se, por um lado, ele inspirou grandes compositores a escrever alguns dos melhores trabalhos de sua carreira, por outro é notório o quanto ele é uma pessoa difícil de se trabalhar. Afinal, este foi o mesmo sujeito que descartou boa parte da trilha de Alien – O Oitavo Passageiro (Alien, 1979), de Jerry Goldsmith, e ainda substituiu o grande trabalho do mesmo maestro em A Lenda (Legend, 1985) em favor do grupo Tangerine Dream na versão americana do filme (a trilha de Goldsmith apareceria apenas na versão europeia). Continuar lendo “Resenha: EXODUS: GODS AND KINGS – Alberto Iglesias (Trilha Sonora)”

Resenha: O CONSELHEIRO DO CRIME (Filme em Destaque)


THE COUNSELOR, EUA, Reino Unido, 2013
Gênero: Suspense
Duração: 118 min.
Elenco:  Brad PittMichael FassbenderCameron Diaz, Bruno Ganz, Penélope Cruz, Dean Norris, Emma Rigby, Goran Visnjic, Javier Bardem, John Leguizamo, Natalie Dormer, Richard Cabral, Rosie Perez, Ruben Blades
Trilha Sonora Original: Daniel Pemberton
RoteiroCormac McCarthy
Direção: Ridley Scott
Cotação*****

Se um grande filme pode ser descrito como sendo a junção de grandes cenas/sequências, temos, sem dúvida, um grande filme em O CONSELHEIRO DO CRIME (2013), o mais recente e um dos mais inspirados trabalhos de Ridley Scott. A ajudinha de Cormac McCarthy, autor do romance que deu origem à obra-prima ONDE OS FRACOS NÃO TÊM VEZ (2007), dos irmãos Coen, foi inestimável. Sua tendência a criar histórias cheias de desesperança combinou perfeitamente com a direção segura de Scott, que costuma fazer filmes com pouco ou quase nenhum alívio cômico. No caso de O CONSELHEIRO DO CRIME, há um alívio cômico: a antológica cena de Cameron Diaz e o carro.

Continuar lendo “Resenha: O CONSELHEIRO DO CRIME (Filme em Destaque)”

Resenha: PROMETHEUS (Blu-ray 2D+3D UK)


Produção: 2012
Duração: 126 min.
Direção: Ridley Scott
Elenco: Charlize Theron, Michael Fassbender, Noomi Rapace, Patrick Wilson, Idris Elba, Guy Pearce, Rafe Spall, Logan Marshall-Green, Kate Dickie, Sean Harris, Emun Elliott, Vladimir “Furdo” Furdik
Vídeo: 2.35:1 (1080p/AVC MPEG-4, 1080p/AVC MPEG-4 MVC)
Áudio: Inglês (DTS-HD Master Audio 7.1), Português, Espanhol, Francês (Dolby Digital 5.1)
Legendas: Português, Inglês, Espanhol, Francês
Região: A, B, C
Distribuidora: Fox
Discos: 3 (BD 50GB)
Lançamento: 04/10/2012
Cotações: Som: ****½ Imagem 2D: ***** Imagem 3D: ***** Filme: ***½ Extras & Menus: ***** Geral: ****½

SINOPSE
Uma equipe de exploradores descobre uma pista sobre a origem da humanidade na Terra, que os leva, a bordo da espaçonave Prometheus, a uma jornada aos confins mais sombrios do Universo. Lá, eles enfrentarão uma terrível batalha para salvar o futuro da raça humana.

COMENTÁRIOS
Poucos filmes, na história recente de Hollywood, geraram tanta expectativa como PROMETHEUS (2012), dirigido por Ridley Scott. E não é para menos: o longa marcou o retorno do visionário cineasta ao universo por ele criado no seminal ALIEN – O OITAVO PASSAGEIRO (1979), cuja franquia derivada estava desgastada graças aos medíocres filmes mais recentes, entre os quais os contestados crossovers ALIEN VS. PREDADOR. O hype ficou ainda maior graças à excelente campanha de marketing da Fox, que a certa altura invadiu a internet com uma série de trailers, comerciais, vídeos e sites “virais” de ótima qualidade. Os primeiros trailers não deixavam dúvidas: com montagem e música semelhantes aos de ALIEN, o espectador seria levado de volta aos mesmos pesadelos materializados na tela há mais de 30 anos.

Continuar lendo “Resenha: PROMETHEUS (Blu-ray 2D+3D UK)”

Resenha: PROMETHEUS (Filme em Destaque)


PROMETHEUS (Prometheus, EUA, 2012)
Gênero: Ficção Científica
Duração: 126 min.
ElencoCharlize Theron, Michael Fassbender, Noomi Rapace, Patrick Wilson, Idris Elba, Guy Pearce, Rafe Spall, Logan Marshall-Green, Kate Dickie, Sean Harris, Emun Elliott, Vladimir “Furdo” Furdik
Trilha Sonora: Marc Streitenfeld
RoteiroJon Spaihts, Damon Lindelof
DireçãoRidley Scott
Cotação****

E o retorno de Ridley Scott ao gênero que o consagrou e mais especificamente ao filme que trouxe seu nome ao panteão dos cineastas mais talentosos de Hollywood – no caso, ALIEN – O 8º PASSAGEIRO (1979) – foi um sucesso. Pelo menos do ponto de vista artístico, pois a produção não está indo tão bem assim nas bilheterias, como esperado, para desespero da Fox. Talvez seja o caso de filme que se tornará cultuado com o tempo, como foi o caso de BLADE RUNNER – O CAÇADOR DE ANDRÓIDES (1982). O que é uma pena, pois se trata de uma produção a ser vista no cinema. De preferência numa sala 3D de qualidade, pois o filme foi produzido em 3D, com equipamento de última geração.

PROMETHEUS (2012) começa remetendo a 2001 – UMA ODISSEIA NO ESPAÇO, de Stanley Kubrick, inclusive com os personagens hibernando dentro de câmeras criogênicas, mas aos poucos o universo de ALIEN vai tomando conta da história e dos corpos de alguns personagens. E falando em personagens, foi muito feliz a escolha do elenco de PROMETHEUS. A sueca Noomi Rapace está vivendo seu momento de glória no cinema mundial, depois de ter sido descoberta em OS HOMENS QUE NÃO AMAVAM AS MULHERES, a versão sueca. No próximo ano, inclusive, já poderemos vê-la no tão aguardado novo filme de Brian De Palma, PASSION. Mas voltando a PROMETHEUS e a seu elenco, o filme ainda conta com Michael Fassbender (como o androide David) e Charlize Theron (como a representante do patrocinador da jornada).

Continuar lendo “Resenha: PROMETHEUS (Filme em Destaque)”

Resenha: PROMETHEUS – Marc Streitenfeld (Trilha Sonora)


Música composta por Marc Streitenfeld
Selo: Sony Masterworks
Catálogo: 197834
Lançamento: 05/06/2012
Cotação: ****

Normalmente não gosto de comentar uma trilha sonora antes de ouvi-la em seu respectivo filme, já que ela, em princípio, foi criada para acompanhar as imagens que vemos na tela e sua audição em separado pode gerar uma avaliação desconexa com as intenções do compositor e até mesmo do realizador. O melhor de dois mundos são aqueles scores que cumprem bem sua missão de dar o adequado suporte ao filme e, ao mesmo tempo, em álbum revelam ser uma audição atraente – algo, hoje em dia, raro de acontecer. De qualquer maneira, com o hype e a excelente campanha de marketing que antecede o lançamento de Prometheus, que marca o retorno do diretor Ridley Scott ao universo sci fi por ele introduzido no antológico Alien – O Oitavo Passageiro (1979), me vi tentado a não só ouvir, mas também a comentar a trilha sonora que será lançada em CD daqui a algumas semanas (por volta da mesma época do filme), mas que já está disponível para download no iTunes.

Como quem está lendo esta resenha deve saber, o filme de 1979 recebeu um estimado score de Jerry Goldsmith que, em virtude de diferenças criativas entre o compositor e o diretor, na montagem final foi recortado e, em determinadas sequências, até mesmo substituído por peças eruditas ou por trechos de um antigo score de Goldsmith, Freud. Como ainda não assisti a Prometheus não posso afirmar que isso não se repetiu, mas o fato é que Scott adora mexer com as partituras que os compositores lhe entregam. Em Cruzada, substituiu trechos da música original de Harry Gregson-Williams por trilhas de outros filmes (ironicamente até por uma composição de Goldsmith), e no caso presente temos o “reforço” ao score de Marc Streitenfeld de duas faixas de… Harry Gregson-Williams. Mas independentemente do que possamos ouvir (ou não) no filme, achei promissor este trabalho do alemão Streitenfeld, que de integrante da equipe de Hans Zimmer alçou carreira solo e tornou-se o colaborador habitual de Scott em seus últimos filmes.

Continuar lendo “Resenha: PROMETHEUS – Marc Streitenfeld (Trilha Sonora)”

Resenha: THE GREY – Marc Streitenfeld (Trilha Sonora)


Música composta por Marc Streitenfield
Selo: Lakeshore Records
Catálogo: LKS 342522
Lançamento: 14/02/2012
Cotação: ****

O compositor indicado ao BAFTA Marc Streitenfeld trabalhou por algum tempo como assistente musical de Hans Zimmer, mas tornou-se reconhecido principalmente por sua claboração com o diretor inglês Ridley Scott, sendo um dos seus trabalhos mais conhecidos a trilha sonora de Robin Hood (2010, Universal Pictures).

Os temas de Streitenfeld em The Grey são predominantemente sombrios e misteriosos, como em “Suicide” e “Writing The Letter”, combinando com o tom do filme que mostra um grupo de sujeitos durões, dentre os quais o veterano Liam Neeson, enfrentando situações extremas sob pesadas condições meteorológicas, após seu avião cair nas vastidões geladas do Alaska. Além disso, eles precisam fugir dos lobos ferozes que os perseguem. Vida e Morte, ou Vida x Morte, dão o mote barroco de The Grey.

Logo no início do filme Liam Neeson está prestes a cometer suicídio, mas ouve um lobo uivando e muda de ideia; estranhamente isso mais tarde irá fazê-lo lutar por sua vida, como se a reflexão sobre os lobos o lembrasse do quão preciosa é a vida, e do quão fortes podemos ser para nos manter vivos.

Continuar lendo “Resenha: THE GREY – Marc Streitenfeld (Trilha Sonora)”

Resenha: GLADIADOR (Blu-ray Steelbook FR)


Produção: 2000
Duração: 155 min. / 171 min.
Direção: Ridley Scott
Elenco: Russell Crowe, Joaquin Phoenix, Connie Nielsen, Oliver Reed, Derek Jacobi, Djimon Hounsou, Richard Harris, Tomas Arana
Vídeo: Widescreen Anamórfico 2.35:1 (1080p/AVC MPEG-4)
Áudio: Inglês (DTS-HD Master Audio 5.1), Português, Francês, Alemão, Espanhol, Italiano (DTS 5.1)
Legendas: Português, Inglês, Espanhol, Francês, Alemão, Italiano, Holandês, Finlandês, Norueguês, Sueco, Chinês
Região: A, B, C
Distribuidora: Universal
Discos: 2 (BD 50Gb)
Lançamento: 20/10/2010
Cotações: Som: ****½ Imagem: ****½ Filme: **** Extras & Menus: ****½ Geral: ****½ 

SINOPSE
O general romano Máximo (Russell Crowe) sai vitorioso de mais uma batalha, dessa vez contra os germânicos. O Imperador Marco Aurélio (Richard Harris) confia tanto nele que, sentindo a morte se aproximar, o designa seu sucessor. A decisão desperta a ira de Cômodo (Joachim Phoenix), o complexado filho do imperador. Após matar seu pai Cômodo, agora imperador, tenta também eliminar Máximo, que desconfia que Marco Aurélio foi assassinado. Cômodo fracassa, e em vingança, elimina a família do general. Após escapar, Máximo torna-se escravo de Próximo, o treinador de gladiadores (Oliver Reed), e logo vira o astro das arenas instaladas na periferia do império, graças à sua habilidade em aniquilar até os adversários mais experimentados. Apelidado de Espanhol, acaba chegando ao Coliseu de Roma, onde terá a chance de se vingar com a ajuda da própria irmã de Cômodo, Lucila (Connie Nielsen).

COMENTÁRIOS
Quase quarenta anos após SPARTACUS, o épico de Stanley Kubrick, foi iniciada a produção de mais um filme de gladiadores. Desde o início, a intenção foi fazer um filme não apenas digno dos grandes épicos romanos, em nada semelhantes às produções baratas que acabaram dominando o gênero, mas também que incorporasse as mudanças técnicas e estilísticas do cinema moderno. O roteirista David Franzoni, de AMISTAD, desde os anos 1970 ambicionava mostrar em filme os grandes combates dos gladiadores romanos. Por anos apresentou sua idéia a vários diretores, que sempre a rejeitaram. Finalmente Franzoni falou com Steven Spielberg, que aceitou produzir o filme através da Dreamworks. O diretor escolhido foi Ridley Scott, que dirigira os clássicos de sci fi BLADE RUNNER e ALIEN – O OITAVO PASSAGEIRO, mas que então amargava sucessivos fracassos. A partir daí iniciou-se uma produção complicada, não muito diferente da dos grandes épicos de Hollywood.

Continuar lendo “Resenha: GLADIADOR (Blu-ray Steelbook FR)”

Resenha: ALIEN ANTHOLOGY (Blu-ray UK)


Produção: 1979, 1986, 1992, 1997
Duração: 552 min.
Direção: Ridley Scott, James Cameron, David Fincher, Jean-Pierre Jeunet
Elenco: Sigourney Weaver, Tom Skerrit, John Hurt, Ian Holm, Verônica Cartwright, Yaphet Kotto, Harry Dean Stanton, Michael Biehn, Lance Henriksen, Paul Reiser, Bill Paxton, Carrie Henn, Charles Dance, Charles S. Dutton, Lance Henriksen, Paul McGann, Winona Ryder, Ron Perlman, Brad Dourif
Vídeo: Widescreen Anamórfico 2.35:1 / 1.85:1 (1080p/AVC MPEG-4)
Áudio: Inglês (DTS-HD Master Audio 5.1, Dolby Digital 4.0), Francês (DTS 5.1), Português, Espanhol (Dolby Digital 5.1)
Legendas: Português, Inglês, Espanhol, Alemão, Francês, Holandês, Finlandês, Norueguês, Sueco
Região: A, B, C
Distribuidora: Fox
Discos: 6
Lançamento: 27/10/2010
Cotações: Som: ****½ Imagem: **** Filme: ****½ Extras & Menus: ***** Geral: ****½

SINOPSE
A quadrilogia ALIEN finalmente chega em seis discos Blu-ray, em uma edição que inclui as versões de cinema e estendidas de cada filme, remasterizados com som e imagem em alta definição, e mais de 60 horas de extras. O material suplementar inclui conteúdo inédito e a experiência interativa do modo MU-TH-UR, o que torna esta a tão aguardada coleção definitiva de ALIEN.

COMENTÁRIOS
A franquia cinematográfica ALIEN marcou época em vários gêneros – ficção científica, terror, suspense e ação -, com cada um dos quatro filmes até agora lançados buscando trazer ao público a visão pessoal de seu diretor. Dentre eles, temos dois que são clássicos absolutos e outros dois que, em virtude de problemas variados, não atingiram tal patamar, mas que, a seu modo, não deixam de ser experiências interessantes e por vezes fascinantes. Aproveitamos este lançamento da antologia em alta definição (que para alívio de muitos não inclui os dois crossovers com PREDADOR) para fazermos uma breve retrospectiva de cada produção. Mas atenção: apesar de saber que dificilmente alguém que esteja lendo esta resenha ainda não tenha assistido a estes filmes, fica o alerta de que o texto a seguir contém “Spoilers”: Continuar lendo “Resenha: ALIEN ANTHOLOGY (Blu-ray UK)”

Resenha: DUNA (Blu-ray)


Produção: 1984
Duração: 137 min.
Direção: David Lynch
Elenco: Kyle MacLachlan, Sean Young, Sting, Jurgen Prochnow, Francesca Annis, Max Von Sydow, Patrick Stewart, Dean Stockwell, Virginia Madsen, Jose Ferrer, Kenneth McMillan, Linda Hunt
Vídeo: Widescreen Anamórfico 2.35:1 (1080p/VC-1)
Áudio: Inglês (DTS-HD Master Audio 5.1), Francês (DTS 2.0)
Legendas: Português, Inglês, Espanhol
Região: A, B, C
Distribuidora: NBO
Discos: 1
Lançamento: 19/10/2010
Cotações: Som: **** Imagem: ***½ Filme: *** Extras & Menus: ***½ Geral: ***½

SINOPSE
O Imperador Shaddam Corrino IV (Jose Ferrer) retirou a Dinastia Harkonnen da administração do planeta Arrakis, substituindo-a pela Dinastia Atreides. O desértico Arrakis é o lar dos gigantescos Vermes da Areia e a única fonte conhecida da Especiaria, substância que prolonga a vida, expande a consciência e permite a realização de viagens interestelares através da habilidade dos Navegadores de dobrar o espaço. A Liga dos Navegadores, preocupada com a possibilidade de a nova administração prejudicar a produção da Especiaria, procura o Imperador, que informa que na verdade tudo não passa de um plano para que os Harkonnen destruam os Atreides, que graças à sua popularidade e a invenção de uma nova arma sônica ameaçam seu poder. Mas a Liga exige que o Imperador mate o filho do Duque Leto Atreides (Jurgen Prochnow), Paul (Kyle MacLachlan). Leto é casado com Lady Jessica (Francesca Annis), da Irmandade Bene Gesserit, que por gerações tenta criar um Super Humano, e a Liga teme que Paul seja resultado do projeto. A Dinastia Atreides assume o controle da mineração de Arrakis, mas o deformado Barão Harkonnen (Kenneth McMillan), com a ajuda de seus sobrinhos corruptos Rabban (Paul Smith) e Feyd (Sting) atacam o palácio e retomam o controle. Paul e Jessica fogem para o deserto e unem-se aos habitantes de Arrakis, os Fremen, que por séculos aguardam a chegada do Prometido – aquele que lhes trará a verdadeira liberdade. Continuar lendo “Resenha: DUNA (Blu-ray)”

DVD NEWS: ANTOLOGIA ALIEN chega ao Brasil em Blu-ray no final de outubro


 A Fox do Brasil confirmou hoje o lançamento da Antologia Alien no Brasil, em Blu-ray, no dia 27 de outubro –  tanto na cobiçadíssima edição “Ovo Alien” (com escultura) como na versão “Face Hugger” (box). Seguem os detalhes:

1 – Alien Anthology – Egg Special edition

  • 6 discos em Blu-ray (os quatro filmes mais dois discos de extras)
  • Digistak
  • Embalagem importada
  • Preço: R$499,90

2 – Alien Anthology – Hugger Boxset

  • 6 discos em Blu-ray (os quatro filmes mais dois discos de extras)
  • Amaray com luva
  • Embalagem nacional
  • Preço: R$249,90

Conteúdo: Continuar lendo “DVD NEWS: ANTOLOGIA ALIEN chega ao Brasil em Blu-ray no final de outubro”

Resenha: ROBIN HOOD (Filme em Destaque)


ROBIN HOOD (Robin Hood, EUA, Inglaterra, 2010)
Gênero: Aventura
Duração: 140 min.
Elenco: Russell Crowe, Cate Blanchett, Mark Strong, Matthew Macfadyen, Danny Huston, Kevin Durand, William Hurt, Max von Sydow, Scott Grimes, Eileen Atkins, Léa Seydoux, Bronson Webb, Oscar Isaac, Robert Pugh, Alan Doyle
Compositor: Marc Streitenfeld
Roteiristas:  Brian Helgeland, Brian Helgeland, Ethan Reiff, Cyrus Voris
Direção:  Ridley Scott
Cotação: **

Impressionante o interesse que ainda se tem por Robin Hood. O personagem já foi tão adaptado para o cinema que fica até difícil fazer uma listagem. Entre os mais conhecidos e elogiados estão AS AVENTURAS DE ROBIN HOOD, de Michael Curtiz, de 1938, e ROBIN E MARIAN, de Richard Lester, de 1976. E os que mais a plateia de hoje lembra são os produzidos em 1991, num embate entre a Warner e a Fox: ROBIN HOOD – O PRÍNCIPE DOS LADRÕES, com Kevin Costner e aquela grudenta canção do Bryan Adams, e o concorrente ROBIN HOOD – O HERÓI DOS LADRÕES. Desta vez, o fora-da-lei que tira dos ricos para dar para os pobres está de volta, mas numa versão bem diferente, numa tentativa de dar um viés mais histórico para o personagem, apresentando o momento anterior a quando Robin Longstride se tornou uma lenda. Se é que ele existiu de verdade. Continuar lendo “Resenha: ROBIN HOOD (Filme em Destaque)”