Resenha de Filme: ASSASSINATO NO EXPRESSO DO ORIENTE


Murder on The Orient Express, Reino Unido, EUA, 2017
Gênero: Suspense
Duração: 114 min.
ElencoKenneth Branagh, Penélope Cruz, Johnny DeppDerek JacobiMichelle PfeifferJudi Dench, Willem Dafoe, Daisy Ridley, Olivia Colman
Trilha Sonora OriginalPatrick Doyle
Roteiro: Michael Green
Direção: Kenneth Branagh
Cotação:

Kenneth Brannagh nos convida para uma viagem na primeira classe 

Um crime no luxuoso vagão de um dos trens mais charmosos da Europa. É este o enigma com o qual Agatha Christie desafia Hercule Poirot, sua imortal criação literária. Assassinato no Expresso do Oriente é um dos maiores êxitos da célebre escritora inglesa e tem capturado a imaginação de gerações de leitores desde que foi publicado pela primeira vez em 1934. O cinema não ficou alheio ao potencial deste enredo. Assim, em 1974, o livro era adaptado para a tela grande pelo mestre Sidney Lumet, com Albert Finney como Poirot e uma galáxia de astros nos papéis principais. Agora, 43 anos depois, Kenneth Brannagh traz o maior desafio de Poirot de volta ao cinema, dirigindo o filme e personificando o excêntrico detetive.

O roteiro de Michael Green é fiel a Agatha Christie. E ele e Kenneth Brannagh resistem à tentação de reinventar o final já conhecido por aqueles que leram o livro ou assistiram a primeira versão. Mesmo que parte da plateia conheça este final, o roteirista e o diretor conseguem provar que, neste caso, a viagem é mais importante do que o destino.

Hercule Poirot é apresentado resolvendo um caso com lógica brilhante. A sutileza, inteligência e maneirismos do personagem vibram desde a cena de abertura, nos dizendo que compramos o ingresso para uma viagem na qual é importante prestar atenção aos detalhes ocultos nos refinados cenários a serem por nós visitados.

Diferentemente de Albert Finney e Peter Ustinov, que celebrizaram a versão clássica de Poirot no cinema, Brannagh, mesmo fiel às características ímpares da criação de Agatha Christie, nos oferece um Hercule Poirot mais vivo e humano. É o personagem que já conhecemos, porém, Brannagh o torna mais tangível com a força e a sinceridade de seu desempenho. Ao contrário do Sherlock Holmes, transformado em um herói de ação ao ser personificado por Robert Downey Jr., com Brannagh a atividade principal de Poirot ainda se concentra no cérebro. O ator exibe a complexidade do intrincado raciocínio de Poirot na eletricidade do olhar e na pronúncia afiada dos diálogos, mantendo o processo de investigação do detetive sempre fascinante.

O elenco investe seus personagens de uma dramaticidade que viaja em direção oposta à corrente “naturalista”, atualmente em voga nas telas. Particularidades, ambiguidades, qualidades e defeitos dos personagens são talentosamente sublinhados por profissionais de primeiro quilate. Nesta verdadeira constelação do que o cinema tem de melhor, destacam-se os desempenhos de Derek Jacobi, Michelle Pfeiffer e Judi Dench.

Como diretor, Kenneth Brannagh rodou o filme em 65 milímetros, evocando belas imagens para emoldurar os saborosos desempenhos que ele extrai de seu elenco dos sonhos. Além da fotografia que lembra a Hollywood de outrora, o filme traz uma elegante e precisa trilha sonora de Patrick Doyle, que nos remete ao passado em suas notas cheias de nostalgia.

A refilmagem de Assassinato no Expresso do Oriente é uma deliciosa e minuciosa viagem de primeira classe pelo território do suspense clássico, do elegante passado, do universo de Agatha Christie e, ainda, do prazer intelectual de desvendar um enigma.

Denis Winston Brum

Anúncios

7 comentários sobre “Resenha de Filme: ASSASSINATO NO EXPRESSO DO ORIENTE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s