Resenha de Série: STAR TREK: DISCOVERY – Episódio “Choose Your Pain”


Star Trek: Discovery Episode 1×5 – Choose Your Pain (2017)
Elenco: Sonequa Martin-Green, Jason Isaacs, Doug Jones, Anthony Rapp, Mary Wiseman, Mary Chieffo, Wilson Cruz, Shazad Latif, Rainn Wilson
Roteiro: Kemp Powers
Direção: Lee Rose
Cotação: star_4_5

ATENÇÃO: caso você ainda não tenha assistido ao quinto episódio da primeira temporada de Star Trek: Discovery, o texto a seguir contém Spoilers

Discovery chega ao seu quinto episódio, onde o Capitão Gabriel Lorca (Jason Isaacs) tem grande participação. E coincidência ou não foi o melhor episódio até o momento, equilibrando bem a trama, o desenvolvimento dos personagens, as inovações que a série se propõe a trazer para a franquia e elementos tradicionais que agradarão aos fãs mais antigos. O episódio ocorre após várias missões bem sucedidas da USS Discovery, quando Lorca, retornando de uma reunião com o comando da Frota Estelar, é raptado pelos Klingons e colocado na cela de um cruzador de batalha, juntamente com outros dois prisioneiros. Um deles é um velho conhecido da Série Clássica, o escroque Harry Mud – aqui numa ótima interpretação de Rainn Wilson.

Não demora muito para descobrirmos a origem do título do episódio: dois Klingons entram na cela e dizem a Mudd “Escolha a sua dor”. Mudd aponta para o outro prisioneiro, que imediatamente é brutalmente espancado e aparentemente não resiste aos ferimentos. Mudd explica a Lorca que esta é uma espécie de tortura divisionista, tanto física quanto psicológica, onde o prisioneiro, ao invés de ser espancado, pode  indicar um companheiro de cela para sofrer em seu lugar. Algum tempo depois a eles se junta outro prisioneiro, o Tenente da Frota Ash Tyler (Shazad Latif), que deverá se tornar personagem regular da série. Pouco se sabe sobre o personagem, que rapidamente conquista a confiança de Lorca – e quanto a isso, sinto cheiro de “espião Klingon cirurgicamente alterado”…

A trama a bordo da nave Klingon, sem dúvida, é o ponto alto do episódio. Vemos Klingons agindo como Klingons mais tradicionais, e é nela que descobrimos um fato crucial e sombrio do passado de Lorca, que provavelmente o leva a identificar-se com Burnham (Sonequa Martin-Green). Em seu último comando, Lorca explodiu a nave USS Buran para evitar que a tripulação fosse capturada e torturada pelos Klingons. Foi nessa ocasião que, após ferir seus olhos, o Capitão adquiriu intolerância à luz, da qual não quer se tratar como forma de auto-punição. Esse evento levanta algumas importantes questões – Como Lorca sobreviveu? Porque ele não foi responsabilizado pela perda da sua nave e de toda a tripulação, e ainda por cima ganhou o comando de uma nave experimental que pode ser a principal arma contra os Klingons?

Enquanto isso, a bordo da Discovery, o Capitão em exercício Saru (Doug Jones) pretende realizar um novo salto com o motor de esporos para resgatar Lorca, ao que se opõe Burnham e o Dr. Culber (Wilson Cruz). Isso porque o tardígrado está sucumbindo aos efeitos de sua conexão com o sistema de navegação, e definha a cada salto. O Tenente Stamets (Anthony Rapp) obedece relutantemente ao comando de Saru e realiza mais um salto, levando a Discovery até as coordenadas da nave Klingon, mas isso deixa o tardígrado numa espécie de estado de coma. Saru ordena a Stamets, Burnham e Culber que descubram uma maneira de deixar o tardígrado em condições de realizar mais um salto, após o resgate de Lorca. Sabendo que isso significaria a morte do animal, que demonstra sinais de possuir consciência, eles trabalham numa alternativa e descobrem que seria possível injetar o DNA do tardígrado em uma espécie compatível, e assim substituí-lo no motor de esporos. Nesta cena, repleta de technobable trekker e à qual se juntou a Cadete Tilly (Mary Wiseman), é dito o primeiro palavrão da história da franquia. “This is fucking cool” dispara Tilly (na tradução da Netflix, “Isto é legal pra cacete”), e quando ela acha que seria repreendida por Stamets por causa da linguagem, ele alegremente lhe faz coro.

Por sua vez, após ser torturado por L’Rell (Mary Chieffo), agora Capitã Klingon, Lorca escapa de sua cela e, deixando Mudd para trás, consegue fugir da nave juntamente com Tyler, em um caça. Perseguidos por outros caças Klingons, antes de serem abatidos eles são teletransportados para bordo da Discovery, que em seguida salta usando o motor de esporos. Vemos Stamets inconsciente dentro da cela de navegação, após ter injetado em si mesmo o DNA do tardígrado e se conectado em seu lugar para o salto. Saru, que antes tivera uma séria desavença com Burnham, agradece a ela pela solução encontrada e autoriza a libertação do tardígrado, que ocorre numa bela cena onde vemos a criatura, já no espaço, reanimar-se e conectar-se à corrente de esporos, saltando para os confins da galáxia. Burnham retribui a Saru dando a ele a velha luneta que a Capitã Georgiou havia lhe deixado.

O episódio encerra com a revelação de que Stamets e Culber são um casal gay, numa cena “fofa” com ambos escovando os dentes na frente do espelho e conversando sobre os últimos eventos. Mas quando Stamets se retira vemos que seu reflexo permanece no espelho, sorrindo, antes de virar as costas e sair. Forte indício que o efeito colateral provocado no Tenente pelo salto poderá ser o catalizador do já anunciado episódio no Universo Espelho de Discovery, já confirmado pelos produtores. E você, o que achou do episódio? Deixe seu comentário abaixo, e até a próxima semana!

Jorge Saldanha

Um comentário sobre “Resenha de Série: STAR TREK: DISCOVERY – Episódio “Choose Your Pain”

  1. Pingback: Resenha de Série: STAR TREK: DISCOVERY – Episódio “Lethe” – ScoreTrack.net

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s