ROGUE ONE: A STAR WARS STORY
Produção: 2016
Duração: 133 min.
Direção: Gareth Edwards
Elenco: Felicity Jones, Diego Luna, Ben Mendelsohn, Donnie Yen, Forest Whitaker, Mads Mikkelsen, James Earl Jones, Alan Tudyk, Jimmy Smits, Riz Ahmed, Yi-wen Jiang
Vídeo: 2.39:1 (1080p/AVC MPEG-4)
Áudio: Inglês (DTS-HD Master Audio 7.1), Português, Espanhol, Francês, etc. (Dolby Digital 5.1)
Legendas: Português, Inglês, Espanhol, Francês, etc.
Região: A, B, C
Distribuidora: Cinecolor/Disney
Discos: 2 (BD 50GB)
Lançamento: 13/04/2017
Cotações: Som: ***** Imagem: ***** Filme: **** Extras & Menus: ***½ Geral: ****½

SINOPSE
Em um período de grande conflito, um grupo de heróis improváveis liderados por Jyn Erso (Felicity Jones), uma ousada fugitiva, e Cassian Andor (Diego Luna), um espião rebelde, se junta em uma desesperada missão para roubar os planos da Estrela da Morte, a mais poderosa e definitiva arma do Império.

COMENTÁRIOS
Para ler nossa resenha do filme, clique AQUI.

SOBRE O BD
ROGUE ONE: UMA HISTÓRIA STAR WARS é o segundo lançamento em home video da franquia pela Disney (no Brasil, agora Cinecolor), e assim como STAR WARS: O DESPERTAR DA FORÇA, ele ganhou em nosso mercado esta edição com dois discos Blu-ray (um com o filme e outro exclusivo para os extras) com embalagem steelbook. Nossa “latinha” colecionável é idêntica à da edição exclusiva da Target nos EUA, com a diferença de que aquela também inclui o disco 3D (de novo, sem combo por aqui). Nossas outras edições incluem DVD, BD simples e duplo 2D e um BD 3D simples (todas com estojo Amaray). Mais uma uma vez, o steelbook não reproduz na capa o cartaz oficial do longa, mas sim uma arte com alguns Deathtroopers (os Stormtroopers negros do vilão Krennic) tendo ao fundo a Estrela da Morte. O título do filme, em inglês, está em baixo relevo, e na contra-capa temos os conhecidos Stormtroopers brancos, logo abaixo do famigerado papel colado contendo as informações técnicas dos dois discos. O preço de tabela é o padrão para este tipo de edição no Brasil: R$ 99,90. Não há encarte interno, e apesar de o estojo steelbook ser importado, ele não tem encaixe para um terceiro disco como a edição da Target. Ao colocarmos qualquer um dos dois discos, não há trailers de outros lançamentos: surge uma imagem do elenco principal, com a opção de escolha de idioma, e após a seleção seguimos direto aos menus animados, que seguem o mesmo padrão dos de O DESPERTAR DA FORÇA, com as opções dispostas de forma horizontal na parte inferior da tela.

Imagem

ROGUE ONE, diferentemente de O DESPERTAR DA FORÇA, não foi rodado em película mas sim com câmeras digitais Arri Alexa 65, porém sempre passa a agradável sensação fílmica de estarmos assistindo a um dos clássicos de STAR WARS – com a diferença de possuir maior qualidade sob qualquer aspecto. A transferência 1080p/AVC MPEG-4, que apresenta o filme em sua proporção de tela original (2.39:1), é basicamente irretocável. Mesmo nas cenas com pesados efeitos CGI, o nível de detalhes sempre é elevado. O equilíbrio das cores é perfeito e exuberante, e os pretos são fortes e consistentes. Os detalhes de sombra são excelentes, e inexistem ruídos, artefatos digitais ou qualquer anomalia digital.

Som

Quanto à parte sonora, igualmente não há qualquer reparo a fazer à faixa de áudio principal DTS-HD Master Audio 7.1, em inglês. O que se poderia criticar, mais uma vez, é o fato de não ter sido disponibilizada uma mixagem Dolby Atmos, encode que a Disney talvez esteja reservando para quando aderir ao UHD-BD (se é que algum dia irá endossar o novo disco 4K). Já desde o início a faixa lossless se destaca pelo “peso”, com uma reprodução de baixa frequência sólida e forte. Qualquer disparo de blaster ou laser soa poderoso, e as explosões são profundas e retumbantes. O uso de efeitos direcionais é intenso, não dando folga aos canais surround em nenhum momento, mas eles realmente se destacam nos combates de Jedha e Scarif – esta, a grande batalha final que levará os fãs ao êxtase (os que por acaso tentarem resistir fatalmente sucumbirão na fantástica aparição derradeira de Vader). Os diálogos são sempre claros, e juntamente com a trilha musical de Michael Giacchino, estão perfeitamente mixados com o restante da faixa. Além do áudio lossless 7.1 em inglês, temos dublagens em português, espanhol, francês e outros idiomas, todas em Dolby Digital 5.1. As legendas estão disponíveis também nesses idiomas.

EXTRAS
As edições duplas de ROGUE ONE receberam um disco específico para o material suplementar, que é idêntico ao das edições internacionais. São onze featurettes, curtos porém bem interessantes e informativos, focados nos personagens principais e seus respectivos atores, o visual do longa e a recriação digital do Governador Tarkin e da Princesa Leia. Todos os vídeos estão em full HD com legendas em português, e exceto por “Conexões de Rogue One”, localizam-se na seção “As Histórias” do menu.

  • A Ideia de Rogue One (9 min.) – O Supervisor de Efeitos John Knoll, outros colegas da Lucasfilm e a própria presidente da empresa, Kathleen Kennedy, falam sobre a ideia inicial para ROGUE ONE e a escolha de Gareth Edwards para dirigir o longa;
  • Jyn – A Rebelde (6:16 min.) – Aqui somos apresentados a Felicity Jones (A TEORIA DE TUDO, INFERNO) e sua personagem;
  • Cassian – O Espião (14 min.) – Aqui temos o personagem do mexicano Diego Luna, que em 2018 irá estrelar a nova refilmagem de SCARFACE;
  • K-2SO – O Droide (7:43 min.) – O androide interpretado pelo ator cult Alan Tudyk (da série FIREFLY) é o foco deste featurette, que também aborda os processos de design e captura de movimento;
  • Baze e Chirrut: Guardiões de Whills (6:20 min.) – Os astros chineses Donnie Yen (O GRANDE MESTRE) e Wen Jiang (A FUNDAÇÃO DE UMA REPÚBLICA) falam sobre como seus filhos praticamente os obrigaram a participar do filme, bem como sobre suas experiências nas filmagens;
  • Bodhi e Saw: O Piloto e O Revolucionário (8:35 min.) – Aqui são apresentados os personagens interpretados por Riz Ahmed JASON BOURNE) e o oscarizado Forest Whitaker (A CHEGADA);
  • O Império (8:18 min.) – Pelo lado do Império, temos aqui um vídeo dedicado a Krennic (Ben Mendelsohn) e o cientista relutante Galen Erso (Mads Mikkelsen), além de Darth Vader (voz de James Earl Jones) e Tarkin (o falecido Peter Cushing), vilões clássicos da franquia;
  • Visões de Esperança: O Visual de Rogue One (8:24 min.) – Os realizadores falam sobre o desafio de criar o design de um filme de STAR WARS contemporâneo que se mantivesse fiel às artes que Ralph McQuarrie criou para a Trilogia Original, especialmente no que se refere a cenários, direção de arte e objetos de cena;
  • A Princesa e O Governador (5:49 min.) – Como o título indica, este curto featurette é dedicado à complicada recriação digital de Leia e Tarkin – a deste último, sem dúvida, foi a mais impressionante;
  • Epílogo – A História Continua (4:15 min.) – Cenas da première do filme em Los Angeles;
  • Conexões de Rogue One (4:31 min.) – Encerrando os extras, uma rápida olhada sobre os elementos visuais e Easter Eggs que ligam ROGUE ONE a outras produções do universo STAR WARS.

Jorge Saldanha

Anúncios