Danish_girl_CDMúsica composta por Alexandre Desplat
Selo: Decca Records
Catálogo: Download Digital
Lançamento: 04/12/2015
Cotação: star_4

Primeiramente, desejo dizer que é muito bom voltar a escrever resenhas sobre trilhas sonoras. Sempre fui uma apaixonada por cinema e trilhas e, embora tenha ficado afastada pela falta de tempo, quero sempre poder dar uma passada pela ScoreTrack e pincelar meus pensamentos sobre os últimos lançamentos, clássicos ou apenas trilhas que me inspiram.

Para quem já acompanha o site há bastante tempo, sabe que sou fã do compositor Alexandre Desplat e de seus trabalhos… e fico muito feliz em dizer que agora ele é um compositor vencedor de um Oscar, o que apenas foi a conclusão de uma série de anos de sucesso e dedicação.

Pois bem. O mesmo continua sendo um compositor prolifico e muito ativo, e neste ano de 2015 não foi diferente. Mas de todos os seus projetos deste ano que (ainda) não acabou, o que eu mais aguardava era, sem duvidas, a trilha do aguardado A Garota Dinamarquesa (The Danish Girl, 2015), de Tom Hooper, talvez porque eu venha acompanhando a trajetória deste projeto desde a época em que se falava em Nicole Kidman para viver Einar Wegener e Charlize Theron para viver sua esposa Gerda. Agora, mais de 10 anos após o inicio do projeto cinematográfico, tivemos um romance daqueles bem a là Tom Hooper, com produção impecável e um casal de jovens atores que, de alguma forma, encaixam-se perfeitamente em seus papéis: Eddie Redmayne e Alicia Vikander. Eddie, que venceu o Oscar por A Teoria de Tudo, é extremamente adequado para o papel, e tem chances na corrida do ouro este ano por interpretar este personagem tão forte e importante para o mundo atual que foi Lili Elbe.

Vejamos que temos aqui um tema muito delicado, que é a transição sexual e de gênero de uma pessoa feliz com seu casamento, mas que encontra na oposição de seu ser a plenitude de sua existência. Penso então que não poderia, na parte sonora, ter-se para este filme com uma abordagem tão delicada uma trilha básica, mas sim, um score que simbolizasse a atmosfera de um tema tão sensível e atemporal, e acredito que Desplat tenha realmente conseguido mais uma vez.

A trilha começa com o tema do filme – “The Danish Girl”, uma faixa muito delicada, com uma sonoridade muito sutil, sendo que não temos exatamente um tema marcante, mas sim uma espécie de introdução para a viagem sonora com que vamos nos deparar. A profundidade dos sons marca o iníco da belíssima peça de “Lili’s Dream”, uma faixa com aspectos diferenciados que se fundem em um unico som… a passagem em especial do piano nesta faixa, denota-se poética, nostálgica e muito bela, sendo com certeza a grande página para o início do soundtrack.

Já “Watching Ulla” transmite mais um tom misterioso e reflexivo ao momento que o personagem principal vive na trama. Seguida por “Gerda”, temos uma faixa mais uma vez que não permanece em uma única melodia, começando como um som atmosférico e terminando como uma melodia realmente harmoniosa e doce, com harpas que se destacam em frente à orquestra. Outra faixa que merece atenção pela poesia transcrita através de um piano combinado com violinos e harpas, que soam com staccattos melodiosos, é “Make Up and Costume”, extremamente refinada e adorável, trazendo mais uma vez o tema de forma renovada e única.

Algo que chama a atenção nesta trilha e que faz com que a mesma se destaque como um trabalho realmente diferenciado do compositor francês, é esta transformação das faixas que, acompanhando a transformação do personagem, vão encontrando melodias uma dentro das outras, se transcrevendo em grandes faixas metamórficas e que se modificam sem perder a qualidade ou o ritmo do trabalho a ser desenvolvido. Neste sentido, os grandes destaques ficam para “The Mirror”, “Agression” e “Gerda in the Rain”, que conseguem passar da suavidade à explosão com uma harmonia e sutileza impecáveis.

Dentro deste mundo de luz e tons, pintura e sons, a peça da trilha que mais se destaca é “Lili’s Death”, uma faixa que simboliza toda esta dualidade dramática da trama principal, sob a qual se entrelaça no tema principal com uma bela introdução, muito poética e apaixonante – uma verdadeira fábula poética e triste.

Com mais algumas músicas clássicas da época, esta trilha conclui-se como um belo reflexo de sua história principal, invocada pela força de seus personagens, pensamentos, reflexões e problemáticas, trazendo-nos mais um grande trabalho de um compositor que não se cansa em se auto transformar, inovar, e nos presentear com grandes obras.

Faixas:

1. The Danish Girl (02:10)
2. Lily’s Dream (05:23)
3. Watching Ulla (02:07)
4. Gerda (01:59)
5. Make-up and Costume (03:16)
6. Watching (03:28)
7. The Mirror (03:56)
8. Einar Returns Home (01:37)
9. To Dresden (02:22)
10. Aggression (03:36)
11. Radiation (02:22)
12. Gerda in the Rain (04:01)
13. Fonnesbech (01:43)
14. Schizophrenia (02:02)
15. One Step at a Time (03:57)
16. Lost Blood (02:16)
17. Lily’s Death (04:44)
18. Roses of Picardy (04:38)
Music by Haydn Wood. Lyrics by Frederick Weatherly
19. Danish Waltz 1 (01:49)
20. Danish Waltz 2 (01:40)

Duração total: 59:06

Viviana Ferreira
Anúncios