Resenha de Arquivo: THE LORD OF THE RINGS – THE RETURN OF THE KING (THE COMPLETE RECORDINGS) – Howard Shore (Trilha Sonora)


lotrcomplete3CDMúsica composta por Howard Shore
SeloReprise Records
Catálogo: 091207-300
Lançamento: 2007
Cotação: *****

Com O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei, o diretor neo-zelandês Peter Jackson concluiu com louvor uma missão que por décadas foi julgada impossível – transpor para as telas a clássica trilogia de J.R.R. Tolkien em filmes que estivessem à altura dos livros originais. Para tanto, não foi apenas Jackson que enfrentou uma demanda de gigantescas proporções. De sua parte, o compositor Howard Shore desafiou a incredulidade de muitos e dedicou-se exclusivamente, por mais de três anos, a compor a música para a trilogia, aí incluídas composições adicionais para as versões estendidas dos filmes. O trabalho de Shore é ouvido praticamente em cada fotograma, de sorte que hoje parece ser impossível dissociar estas produções das melodias criadas pelo compositor. Assim, da mesma forma que Jackson, Shore triunfou, e suas mais de onze horas de trilha sonora original já podem ser incluídas entre as mais importantes obras da música de cinema de todos os tempos. O que torna mais relevante o feito de Shore é que ele, ao contrário de mestres como John Williams ou Jerry Goldsmith, não era identificado com este gênero de filmes e música, o que, em primeiro lugar, gerou a incredulidade acima citada. Mas Shore tinha cartas na manga, e muitas.

Utilizando-se de uma das mais tradicionais técnicas da música para o cinema, a motívica ou temática, para cada filme ele compôs um conjunto distinto de temas, capazes de dar vida própria a cada score; e mais importante, quando posteriormente reutilizados (o que se tornou necessário para dar a unidade temática da trilogia), o foram de forma criativa, sendo desenvolvidos e mesmo engrandecidos, a fim de acompanhar o crescente tom épico da aventura. Atualmente, não raro temos momentos grandiosos nas partituras de filmes, mas estes momentos muitas vezes parecem forçados, como se o compositor, por obrigação contratual, devesse em determinados momentos levar a orquestra aos seus limites. Como resultado, ouvimos muito som, mas de conteúdo mínimo. A música de Shore, ao contrário, aqui é grandiosa tanto nos momentos épicos, onde a orquestra e o coro nos mostram toda a sua força, quanto naqueles onde ela flui lentamente, carregada de emoção.

Em O Retorno do Rei, Shore utilizou como tema principal o nobre motivo de Gondor, que ouvimos pela primeira vez, em A Sociedade do Anel, durante a fala de  Boromir no Conselho de Elrond (em uma composição que ficou de fora do CD original daquela trilha). Este motivo cumpre, aqui, a mesma tarefa desempenhada pelo tema de Rohan em As Duas Torres, e insere-se perfeitamente no caminho traçado pela trilogia e por Shore – um círculo que se fecha, o fim de todas as coisas. Shore, ao longo da partitura, fornece várias versões deste tema, cada uma delas única, com um inteligente tratamento da harmonia, soando por vezes discreto, às vezes grandioso. Algo no que, diga-se de passagem, Shore revelou-se um mestre – ouçam, por exemplo, as variações de outro dos grandes temas da trilogia, o da Sociedade do Anel, que apesar de não ter uma melodia especialmente marcante, não raro é ouvido de forma emocionante e arrebatadora. Apesar de menos proeminente em O Retorno do Rei, a música de Rohan faz-se novamente presente e forte em momentos cruciais, como quando Théoden e seus cavaleiros decidem participar da grande batalha que se aproxima.

Mas obviamente este score não se compõe apenas de combinações de temas já ouvidos, e de fato fica difícil traduzir em palavras o que ouvimos, até porque a cada audição percebemos novos detalhes, novas criações. Por exemplo, no material dedicado ao confronto de Frodo com Laracna, reencontramos um tanto da visceralidade e a ferocidade orquestrais que Shore havia mostrado em The Fly. A propósito, impossível deixar de destacar a primorosa performance da London Philarmonic Orchestra, London Voices e solistas. Dermot Crehan mais uma vez é o responsável pelos solos de violino norueguês, e o flautista irlandês James Gallway lapida as partes para assobio e flauta. O garoto soprano Ben DelMaestro, que havia feito sua estréia na trilha de As Duas Torres, novamente é ouvido em vários momentos do álbum. Outro destaque é a soprano Rene Fleming, que possui uma voz radiante. 

Superando as edições completas dos dois filmes prévios, esta de The Return of The King traz mais de três horas de música e um total de cinco discos, um dos quais um DVD contendo o score em sua íntegra, Este é mais um sonho de colecionador completista tornado realidade, já que inclui cada segundo do finale, tudo acondicionado num pacote que realmente merece ser classificado pelos fãs como uma edição de luxo. Talvez a única reclamação seja a de que, devido à massiva quantidade de material desta coleção, escutá-lo todo é um processo laborioso. Ou seja, para ouvi-lo é consumida uma grande quantidade de tempo, o que certamente será um problema apenas para aqueles que não sejam devotos da série. De qualquer maneira, mesmo sendo esta Edição de Colecionador bem cara, ela é um válido investimento para qualquer apreciador de trilhas sonoras. Afinal, ela é a melhor representação de uma obra única na história da música do cinema, e por melhor que seja o trabalho de Howard Shore na nova trilogia O Hobbit, certamente será por ela que ele será eternamente lembrado.

Faixas:

Disco 1

1. Roots and Beginnings
2. Journey to the Cross-roads
3. The Road to Isengard
4. The Foot of Orthanc
5. Return to Edoras
6. The Chalice Passed
7. The Green Dragon (Billy Boyd and Dominic Monaghan)
8. Gollum’s Villainy
9. Éowyn’s Dream
10. The Palantír
11. Flight from Edoras
12. The Grace of Undómiel (Renée Fleming)
13. The Eyes of the White Tower
14. A Coronal of Silver and Gold
15. The Lighting of the Beacons

Disco 2

1. Osgiliath Invaded (Ben del Maestro)
2. The Stairs of Cirith Ungol
3. Allegiance to Denethor
4. The Sacrifice of Faramir (Billy Boyd performing “The Edge of Night”)
5. The Parting of Sam and Frodo
6. Marshalling at Dunharrow
7. Andúril – Flame of the West
8. The Passing of the Grey Company
9. Dwimorberg – The Haunted Mountain
10. Master Meriadoc, Swordthain
11. The Paths of the Dead
12. The Siege of Gondor
13. Shelob’s Lair
14. Merry’s Simple Courage

 Disco 3

1. Grond – The Hammer of the Underworld
2. Shelob the Great
3. The Tomb of the Stewards
4. The Battle of the Pelennor Fields
5. The Pyre of Denethor
6. The Mûmakil
7. Dernhelm in Battle
8. “A Far Green Country”
9. Shieldmaiden of Rohan
10. The Passing of Théoden
11. The Houses of Healing (Liv Tyler)
12. The Tower of Cirith Ungol
13. The Last Debate (Sissel performing “Asëa Aranion”0
14. The Land of Shadow
15. The Mouth of Sauron (Sir James Galway)
16. “For Frodo” (Ben del Maestro)

Disco 4

1. Mount Doom (Renée Fleming)
2. The Crack of Doom
3. The Eagles (Renée Fleming)
4. The Fellowship Reunited (Sir James Galway, Viggo Mortensen, and Renée Fleming)
5. The Journey to the Grey Havens (Sir James Galway)
6. Elanor (Sir James Galway)
7. Days of the Ring (Annie Lennox performing “Into the West”)
8. Bilbo’s Song

Disco 5

DVD com o mesmo conteúdo dos discos 1 a 4 em DD 5.1

Duração: 229:36

Jorge Saldanha

Enhanced by Zemanta
Anúncios

11 opiniões sobre “Resenha de Arquivo: THE LORD OF THE RINGS – THE RETURN OF THE KING (THE COMPLETE RECORDINGS) – Howard Shore (Trilha Sonora)”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s