Resenha: LINCOLN – John Williams (Trilha Sonora)


Música composta e regida por John Williams
Selo
: Sony Classical
Catálogo: SK544685
Lançamento: 06/11/2012
Cotação: ****

Olhar as fotos de Daniel Day-Lewis como o Presidente Lincoln chega a emocionar, é como se estivéssemos enxergando o original – o que não surpreende, já que Day-Lewis é pródigo em mergulhar completamente nos seus personagens, a ponto de neles se transformar. E quanto ao acompanhamento musical do novo filme de Steven Spielberg, como sempre John Williams o convida a fechar os olhos da cabeça, abrir seus olhos da mente e juntar-se a ele em uma jornada, enquanto pavimenta e pinta o caminho com cores majestosas.

O que os fãs de John Williams irão encontrar na trilha sonora original de Lincoln é uma atmosfera muito embaçada, enevoada, combinada com momentos ensolarados e de música com cadência western, como em “The Race to the House”, ou ainda como se uma espaçonave alienígena estivesse pairando sobre o cenário, como na última porção de “The Southern Delegation and the Dream”. “Appomattox – April 9, 1865” é uma alusão à morte de Lincoln, toda a composição é plena de imagens fantasmagóricas que se encaixariam perfeitamente em um filme de Jack, o Estripador, ou baseado em um conto de Edgar Allan Poe.

Talvez algumas canções mais politicamente orientadas tenham faltado no conjunto, já que a mudança principal de paradigma sejam a tristeza e os frenéticos hinos de guerra, mas ao mesmo tempo sabemos que John Williams projeta o trabalho para ir ao âmago das emoções, expandindo-as para criar as mais elaboradas e dramáticas faixas em estilo barroco.

Se há algo que Williams sabe mais que qualquer outro compositor de cinema vivo, é como usar as cordas. Suas cordas sempre atingem impressionante e diretamente a mais pungente emoção, eletrificando-a ou entorpecendo-a, para depois extingui-las a fim de mostrar que alguma coisa está desaparecendo bem à sua frente, mas que você não nota por não estar prestando muita atenção ao fato.

Um dos momentos musicais mais estranhos do álbum é a conexão entre o leitmotif do compositor e “Father & Son” de Peter Gabriel, claramente ouvida nos últimos segundos de “Appomattox – April 9, 1865”. Williams provavelmente nunca pretendeu fazer seu tema soar como a canção do ex-vocalista do Genesis, mas a melodia é muito parecida, e isso é bem estranho.

A conclusão é que, após ouvir ao score algumas vezes, ele cresce em você e fica fácil estabelecer a paisagem e nela imaginar o Lincoln de Day-Lewis caminhando, altivo, ou ainda olhando tristemente para baixo.

Faixas:

1. The People’s House
2. The Purpose Of The Amendment
3. Getting Out The Vote
4. The American Process
5. The Blue And Grey
6. “With Malice Toward None”
7. Call To Muster And Battle Cry Of Freedom
8. The Southern Delegation And The Dream
9. Father And Son
10. The Race To The House
11. Equality Under The Law
12. Freedom’s Call
13. Elegy
14. Remembering Willie
15. Appomattox – April 9, 1865
16. The Peterson House And Finale
17. “With Malice Toward None” (Piano Solo)

Duração: 58:53

Atila Paton

8 opiniões sobre “Resenha: LINCOLN – John Williams (Trilha Sonora)”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s