Resenha: LOOPER – Nathan Johnson (Trilha Sonora)


Música composta por Nathan Johnson
Selo
: La-La Land Records
Catálogo: Download digital
Lançamento: 18/09/2012
Cotação: ****

O diretor Rian Johnson sempre foi inclinado a trazer algo realmente original às telas, deixando uma forte impressão que faz com que você vá para casa e pense no assunto por pelo menos uma excruciante semana, e é exatamente isso o que acontece com Looper – Assassinos do Futuro.

Especificamente quanto à trilha sonora, o primo do diretor, Nathan Johnson, é um compositor talentoso afeiçoado à musique concrete, ou seja, grava sons de objetos comuns como tijolos e vidros se quebrando e os faz soar musicalmente apropriados, e o resultado é surpreendente, para dizer o mínimo. Ele reuniu um grupo e foi às ruas gravar sons que, no final, seriam o núcleo do score, e a sensação dominante em seu primeiro ato é uma agitação das ruas. Mas não entenda a mal a mensagem do nosso bom rapaz, no fundo ainda existem os trabalhados violinos sintetizados que funcionam tão bem em filmes sci fi, além de texturas e percussão eletrônicas.

Além disso, aqui e ali você pode escutar um piano para lembrá-lo que emocionalmente algo mais está acontecendo na tela, algo que você pode estar deixando passar, quase que lhe dizendo para olhar em volta e prestar mais atenção – isto não se trata apenas de puro suspense, ou de dar cabo aos vilões com múltiplos tiros. Johnson não seguiu à risca o “Manual do Compositor de Trilhas Sonoras”, foi além trazendo diferentes aspectos usando musique concrete, mas emprega regularmente leitmotifs que somente poderão ser percebidos após ouvirmos atentamente o score várias vezes.

Looper aborda uma série de temas associados à justiça, esperança, crença e auto-preservação, empregando uma análise que chega ao âmago da questão. Na primeira parte da trilha sonora, por toda a parte percebemos tons de Blade Runner, já que o primeiro ato do filme também segue nessa direção. Seguindo adiante, é possível perceber claramente o quanto os Johnsons admiram Chris Nolan e Hans Zimmer, já que tanto as imagens como os sons são diretamente influenciados por esses dois profissionais do primeiro time de Hollywood.

Pensando na magnitude do filme, não há nada como isso em termos de trilha sonora. Nathan Johnson merece um prêmio não somente por inovar, mas também por combinar as receitas comuns com outras novas, transformando-as em um animal totalmente diferente. Animais, que são um tema recorrente através do longa, retratados como seres humanos de certa forma presos a uma rotina de drogas e estilo de vida vazio, em uma condição na linha de O Admirável Mundo Novo1984. Não obstante, este tema tende a atuar de forma discreta, em uma posição de pano de fundo. Para muitos espectadores o terceiro ato é arrebatador devido a aspectos como a telecinésia e à mudança de palco de ação para a fazenda, devido ao seu contraste com a selva urbana dos dois primeiros atos.

Looper irá fazê-lo reconsiderar o que é bom ou mau, graças às motivações e à sequência de eventos que levam a uma conclusão soberba. Se você deseja alguma coisa que o entretenha e também o faça pensar, assista ao filme e preste atenção especial nas faixas Rainmaker”, “Hunting The Past”, “A Life in a Day” e “The Path Was A Circle”. Alerta de conteúdo oculto!

Faixas:

1. A Body That Technically Does Not Exist
2. A Day In The Life
3. Closing Your Loop
4. Seth’s Tale
5. Run
6. A Life In The Day
7. Time Machine
8. Hunting The Past
9. Following The Loop
10. Mining For Memories
11. A New Scar
12. Her Face
13. City Sweep
14. Revelations
15. The Rainmaker
16. La Belle Aurora
17. Showdown
18. The Path Was A Circle
19. Everything Comes Around

Duração: 48:27

Atila Paton

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s