Resenha: OS VINGADORES (Edição Especial Blu-ray triplo 2D+3D)


Produção: 2012
Duração: 142 min.
Direção: Joss Whedon
Elenco: Robert Downey Jr., Chris Evans, Mark Ruffalo, Chris Hemsworth, Scarlett Johansson, Jeremy Renner, Tom Hiddleston, Samuel L. Jackson, Gwyneth Paltrow, Stellan Skarsgård, Cobie Smulders, Clark Gregg
Vídeo: 1.78:1 (1080p/AVC MPEG-4)
Áudio: Inglês (DTS-HD Master Audio 7.1), Português, Espanhol (Dolby Digital 5.1)
Legendas: Português, Inglês, Espanhol
Região: A, B, C
Distribuidora: Paramount
Discos: 3 (2 BD 50GB, 1 BD 25Gb)
Lançamento: 29/08/2012
Cotações: Som: **** Imagem: ***** Imagem 3D: ***½ Filme: **** Extras & Menus: ***½ Geral: **** 

SINOPSE
Quando Loki (Tom Hiddleston), irmão de Thor (Chris Hemsworth), chega à Terra e torna-se uma ameaça para a humanidade, Nick Fury (Samuel L. Jackson), diretor da agência internacional de pacificação conhecida como S.H.I.E.L.D., se vê em busca de uma equipe capaz de tirar o mundo da iminência do desastre. Um ousado recrutamento se inicia e logo os heróis Homem de Ferro (Robert Downey Jr.), Capitão América (Chris Evans), O Incrível Hulk (Mark Ruffalo), Viúva Negra (Scarlett Johansson), Gavião Arqueiro (Jeremy Renner) e o próprio Thor terão de colocar de lado suas diferenças e aprender a trabalhar em equipe, a fim de derrotar Loki e seus aliados alienígenas Chitauri.

COMENTÁRIOS
OS VINGADORES (THE AVENGERS, 2012) é um verdadeiro sonho de consumo nerd, a concretização de algo que seria impensável há alguns anos – a reunião, em um único filme de grande orçamento, da elite (ou de, pelo menos, boa parte dela) de super-heróis dos quadrinhos Marvel. E detalhe, dirigida e co-escrita por aquele que talvez seja o maior nerd da atualidade em Hollywood – Joss Whedon, roteirista de quadrinhos, TV, cinema e responsável pela criação das séries cult BUFFY – A CAÇA-VAMPIROS, ANGEL, FIREFLY e DOLLHOUSE. Ou seja, um filme feito por fãs e para os fãs – o que nem sempre dá certo.

A escolha de Whedon foi a última aposta do meticuloso projeto iniciado ainda em 2006, quando a Marvel Comics decidiu criar um estúdio próprio para realizar filmes com personagens cujos direitos ainda não haviam sido cedidos a terceiros – casos, por exemplo, de Homem-Aranha (Sony), Quarteto Fantástico e X-Men (Fox). Após um acordo com a Universal, que permitiu à Marvel retomar o Hulk, a partir de 2008 foram lançados cinco filmes solo dos principais super-heróis que seriam os protagonistas de OS VINGADORES, todos interligados por elementos que futuramente seriam agregados à trama do longa de Whedon, com destaque para aqueles referentes à organização S.H.I.E.L.D.

Mas ainda havia dúvidas quanto à capacidade de Whedon em tocar o mais ambicioso filme da Marvel (comprada pela Disney em 2009), inclusive porque ele era, até então, um escritor cujos poucos créditos de diretor se limitavam a alguns episódios de suas séries e o longa SERENITY (2005), que foi um fracasso de bilheteria. Mas a aposta em sua habilidade de escrever (bem) para grupos de personagens deu certo, e isso, além da competência com que soube conduzir grandes “divas” como Robert Downey Jr, Samuel L. Jackson e Scarlett Johansson, foram fatores essenciais para tornar OS VINGADORES uma experiência bem sucedida.

Fiel aos gibis, com ótimos diálogos enriquecendo a simplicidade da trama e com uma produção refinada, OS VINGADORES, em suas quase duas horas e meia de duração, é diversão pura que passa num piscar de olhos. O filme é quase o oposto à sisudez da trilogia BATMAN – O CAVALEIRO DAS TREVAS, dirigida por Christopher Nolan, e nele vemos a obra de mestres como Jack Kirby, Joe Simon e Stan Lee ganhando vida nas telas, numa espécie de tributo a essa mídia até há pouco tempo considerada menor, até mesmo marginal, mas que hoje carreia bilhões aos cofres de Hollywood.

Enfim, OS VINGADORES é o fechamento da primeira parte do projeto da Marvel que agora passa a ter o acompanhamento global de Whedon, e que inclui novos filmes do Homem de Ferro, Thor e Capitão América, séries de TV da S.H.I.E.L.D. e do Hulk e a aventura espacial com os menos conhecidos Guardiões da Galáxia, cujo filme estreia em 2014 e terminará com um gancho para o já muito aguardado OS VINGADORES 2, que chegará aos cinemas em maio de 2015.

SOBRE O BD
É raro, mas acontece: OS VINGADORES chegou em Blu-ray no Brasil quase um mês antes de seu lançamento nos EUA, oficialmente em quatro edições – BD, combo BD + DVD, BD 3D e uma lata de colecionador contendo o mesmo BD vendido separadamente, um BD adicional com o documentário longo “Construindo um Sonho” e quatro cards de personagens. Porém há mais uma edição, vendida exclusivamente por uma rede de lojas online e que foi utilizada para esta resenha: além do conteúdo da lata, ela também inclui o BD 3D mas peca pela fraca apresentação – ao invés de um box ou até mesmo da lata, temos um estojo slim com encaixes para os três discos, que não mereceu nem mesmo uma luva de cartolina. Dos discos, o único que traz uma arte com os heróis é o BD 3D, nos demais temos apenas textos em branco sobre um fundo azul. Ainda assim, esta é a edição mais completa e que merece ser adquirida pelos colecionadores.

Assisti a OS VINGADORES, no cinema, em 3D, e a primeira coisa que me chamou a atenção foi que, ao contrário dos filmes solo dos super-heróis, ele não foi rodado em tela larga (2.35:1), mas no formato tradicional 1.85:1 (adaptado na transferência anamórfica do Blu-ray para 1.78:1). Não sei se foi uma opção estilística do diretor ou se essa é a tendência para melhor converter os filmes para 3D na pós-produção (vide FÚRIA DE TITÃS 2), mas o fato é que o resultado me agradou e essa avaliação permaneceu na versão em Blu-ray. Claro, como na maior parte desses casos o 3D é dispensável e há alguma perda de vivacidade de cores e detalhamento fino na imagem, mas o resultado final é no mínimo tão satisfatório quanto a boa conversão de CAPITÃO AMÉRICA – O PRIMEIRO VINGADOR. A imagem é clara, colorida, e certamente ajuda o fato de que as principais cenas de ação se prestam à aplicação dos efeitos tridimensionais. Recurso dispensável sim, mas uma opção interessante para quem tem televisor e reprodutor 3D em seu home theather. Mas é a transferência 2D 1080p/AVC MPEG-4 que realmente brilha, com suas cores vivas e estáveis. Tendo sido empregadas, nas filmagens, câmeras de alta definição de última geração, a transfer é praticamente isenta de granulação e propicia um alto nível de nitidez, que ressalta pequenos detalhes de uniformes e armaduras. A imagem é cristalina, apresentando ótimo contraste e pretos fortes. Inexistem filtros, artefatos ou outras anomalias digitais perceptíveis nesta apresentação visual que, sem problemas, pode ser utilizada como material de demonstração.

A exemplo de CAPITÃO AMÉRICA – O PRIMEIRO VINGADOR, OS VINGADORES recebeu em Blu-ray uma faixa de áudio lossless original em DTS-HD Master Audio 7.1 (24 bits), e também aqui achei que ela ficou devendo um pouco – não em agressividade ou contundência de graves, que ela tem de sobra, mas na distribuição do áudio. Fosse uma mixagem sem perdas 5.1, ela seria praticamente perfeita; porém, com quatro canais surround, ela soa a maior parte do tempo como se tivesse apenas dois, ou seja, sob este aspecto não houve um ganho expressivo em relação a uma faixa 5.1. Além disso, apesar de os diálogos sempre soarem claros, achei o nível do volume do canal central abaixo do normal, o que me fez ter que ajustá-lo para obter um resultado plenamente satisfatório. Mas dito isso, com sons sutis e envolventes, a faixa é capaz de criar uma imersão quase perfeita nas cenas a bordo do porta-aviões voador da S.H.I.E.L.D., e nas cenas de ação, em especial na batalha final em Manhatan, o “ataque” sonoro vem de todos os lados. Por fim, a heroica trilha musical de Alan Silvestri é reproduzida de forma cristalina e grandiosa, preenchendo todo o palco sonoro. Além dessa faixa há várias opções de dublagens, todas em Dolby Digital 5.1 de desempenho bem mais discreto e entre as quais se inclui o nosso português. Legendas, menus principais (animados) e pop-up também estão disponíveis em português.

EXTRAS
No que se refere aos extras, não há como deixar de constatar que, dada a repercussão e o sucesso de OS VINGADORES, este lançamento em Blu-ray deixou a desejar. No disco 2D do filme há menos de 30 minutos de vídeos em alta definição (com legendas em português), e muito pouco disso é efetivamente dedicado à produção do filme. O disco 3D não traz nenhum extra, e para piorar, em relação à edição norte-americana que sairá no final de setembro, a nossa perdeu algum material. Assim, não temos algo chamado “Second Screen” (espécie de base de dados da S.H.I.E.L.D. acessível durante o filme), o clipe da banda Soundgarten com a música “Live to Rise”, e o maior prejuízo de todos: a faixa de comentários do diretor Joss Whedon, que é um sujeito bem-humorado e que deve ser bem informativa e divertida. Ao que consta Whedon não terminou de gravar a faixa a tempo de que ela fosse incluída nas versões internacionais lançadas antes da norte-americana. Pelo menos a situação foi minimizada com a inclusão, nas nossas edições especiais (lata e combo BD + BD 3D), de quatro cartões com personagens e, principalmente, do disco bônus contendo o documentário “Construindo um Sonho”.

Disco do Filme

  • Curta Marvel: Item 47 (HD, 12 min.) – A exemplo de alguns dos Blu-rays dos super-heróis, também temos aqui um curta-metragem da S.H.I.E.L.D. Dessa vez os agentes devem recuperar uma arma Chitauri que, após a batalha de Manhatan, foi parar nas mãos de um jovem casal de ladrões de banco. É possível que alguns dos personagens sejam aproveitados na futura série de TV;
  • Erros de Gravação (HD, 4 min.) – A previsível coleção de gafes (erros de fala, Thor deixando cair seu martelo, piadinhas, etc.). Nada de muito engraçado, mas que diverte nem que seja pela tolice;
  • Uma Jornada Visual (HD, 6 min.) – Featurette no qual Joss Whedon e sua equipe discutem a criação do design, principalmente do porta-aviões voador da S.H.I.E.L.D.;
  • Cenas Inéditas e Estendidas (15 min.) – Oito cenas eliminadas ou estendidas, dentre as quais se destacam a abertura e o final alternativos nos quais a agente Maria Hill (Cobie Smulders) é interrogada sobre os eventos do filme, e uma sequência em que Steve Rogers (Chris Evans) lembra com nostalgia os tempos da Segunda Guerra Mundial e olha a ficha de seus antigos companheiros. No final da cena ele tem um rápido diálogo com uma garçonete, que na montagem do cinema aparece apenas quase no final, agradecendo ao Capitão América por ter salvo a sua vida.

Disco Bônus

  • Construindo Um Sonho (HD, 97 min.) – Exclusivo das edições exclusivas acompanhadas do disco bônus, temos este documentário longo dividido em sete segmentos, que podem ser assistidos separadamente ou em conjunto. Com depoimentos de Kevin Feige (presidente da Marvel), de diretores, produtores, criadores dos quadrinhos e atores, sua primeira parte é dedicada à gênese do projeto que resultaria nos seis filmes até agora lançados, seguida por segmentos individuais dedicados a cada longa, encerrando com OS VINGADORES. Para quem gosta de extras, ele é o melhor desta edição e por si justifica a sua compra, ainda que dele apenas dez minutos sejam dedicados ao filme de Joss Whedon.

Jorge Saldanha

Anúncios

11 comentários sobre “Resenha: OS VINGADORES (Edição Especial Blu-ray triplo 2D+3D)

  1. De acordo com o diretor de fotografia o motivo do formato ser 1.85 ou no caso home 1.78 é pela grande diferença de altura dos personagem como o Hulk que é muito maior do que o menor membro do grupo, Viúva Negra. Ficaria dificil de enquadrar todos num agulo fechado de 2.35 ou 2.40 que é o meu preferido.

    Curtir

  2. Pingback: Os Indicados ao Oscar 2013 | ScoreTrack.net

  3. Pingback: Resenha: HOMEM DE FERRO 3 (Blu-ray 2D+3D) | ScoreTrack.net

  4. Pingback: Resenha: THOR – O MUNDO SOMBRIO (Blu-ray+Blu-ray 3D) | ScoreTrack.net

  5. Pingback: Resenha: CAPITÃO AMÉRICA 2 – O SOLDADO INVERNAL (Blu-ray 3D+Blu-ray) | ScoreTrack.net

  6. Pingback: Resenha: CAPITÃO AMÉRICA 2 – O SOLDADO INVERNAL (Blu-ray 3D+Blu-ray) | SCI FI do Brasil

  7. Pingback: Resenha: GUARDIÕES DA GALÁXIA (Blu-ray 3D+Blu-ray) | ScoreTrack.net

  8. Pingback: Resenha: MARVEL’S AGENTS OF S.H.I.E.L.D. – THE COMPLETE FIRST SEASON (Blu-ray UK) | ScoreTrack.net

  9. Pingback: Resenha de DVD: CLÁSSICOS SCI-FI | ScoreTrack.net

  10. Pingback: Resenha de Blu-ray: VINGADORES – ERA DE ULTRON (Edições separadas 2D e 3D) | ScoreTrack.net

  11. Pingback: Resenha de Blu-ray: THOR – RAGNAROK (Steelbook BR) – ScoreTrack.net

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s