Resenha: TRON – O LEGADO (Blu-ray HK)


Produção: 2010
Duração: 126 min.
Direção: Joseph Kosinski
Elenco: Jeff Bridges, Garrett Hedlund, Olivia Wilde, Bruce Boxleitner, James Frain, Beau Garrett, Michael Sheen, Anis Cheurfa, Daft Punk, Conrad Coates
Vídeo: Widescreen Anamórfico 1.78:1, 2.35:1 (1080p/AVC MPEG-4)
Áudio: Inglês (DTS-HD Master Audio 7.1, Dolby Digital 2.0), Português, Mandarin, Tailandês (Dolby Digital 5.1)
Legendas: Português, Inglês, Espanhol, Chinês, Mandarim, Tailandês, Coreano, Malaio, Indonésio
Região: A, B, C
Distribuidora: Disney
Discos: 2 (50GB)
Lançamento: 05/04/2011
Cotações: Som: ***** Imagem: ***** Filme: **** Extras & Menus: ***½ Geral: ****½ 

SINOPSE
Sam Flynn (Garrett Hedlund), ao investigar uma misteriosa mensagem recebida do escritório abandonado de seu pai Kevin Flynn (Jeff Bridges), criador dos jogos Space Paranoids e Tron, entra no mundo digital de TRON e acaba caindo no meio de uma guerra de discos entre gladiadores. Com a ajuda de Quorra (Olivia Wilde), Sam reencontra seu pai desaparecido que, na verdade, está aprisionado no universo que ele próprio criou há 20 anos, agora dominado pelo tirânico Clu, programa feito à sua própria imagem.

COMENTÁRIOS
Considerando alguns “tratados” que foram escritos despejando o quão clássico o filme original de 1982 é, e de como seria decepcionante esta tardia continuação, a estreia de Joseph Kosinski na direção de um longa-metragem me surpreendeu positivamente. Sim, porque sob qualquer aspecto, TRON: O LEGADO representa uma experiência cinematográfica superior à do seu predecessor. Claro, é inegável que TRON: UMA ODISSÉIA ELETRÔNICA (TRON, 1982), de Steven Lisberger, foi um filme à frente de seu tempo, com o emprego então inédito de computação gráfica e o conceito de um mundo virtual, 17 anos antes de MATRIX (1999). Contudo, como outros filmes da Disney do período, TRON foi o típico caso de um grande potencial desperdiçado, com seu roteiro simplório e personagens unidimensionais, e que mesmo assim passou a ser cultuado por muitos fãs de ficção científica por seu caráter vanguardista e visionário.

Passaram-se muitos anos até a Disney perceber que possuía nas mãos uma franquia potencialmente rentável que, levada às telas com a tecnologia 3D do século 21, poderia finalmente ir além da proposta original de 1982, aliando o virtuosismo técnico com ideias mais consistentes. Assim, tendo Lisberger como consultor e produtor, Kosinski na direção e novamente com o premiado Jeff Bridges e Bruce Boxleitner (que também é lembrado pelos fãs da ficção científica como o Capitão Sheridan de BABYLON 5) no elenco, ao lado de ilustres “novatos” como Michael Sheen e Olivia Wilde, TRON: O LEGADO foi lançado no final de 2010 não exatamente como uma continuação, sendo desnecessário que o espectador tenha assistido ao filme anterior para situar-se na trama.

Que, aliás, é praticamente a mesma do filme original, mas enriquecida pelo tema da busca pela paternidade perdida, que aqui assume duas visões: as dos dois filhos, um bom (Sam) e um mau (Clu), cada um a seu modo sentindo-se rejeitado pelo patriarca Kevin Flynn  – tema que, aliás, também pode ser visto sob a ótica religiosa do Mito da Criação. Os personagens não são excepcionalmente desenvolvidos, mas o são de forma suficiente para que nos importemos com eles. Outra grande vantagem do novo filme, além do fantástico mundo virtual em CGI, é a sempre luminosa presença de Olivia Wilde – sem dúvida o melhor efeito visual de TRON.

Menção honrosa para a ótima trilha sonora da dupla francesa Daft Punk, que usa sonoridades eletrônicas dos anos 1980 combinadas a ritmos mais contemporâneos e eficazes elementos orquestrais nos momentos mais pungentes. Com excelente visual e trama consistente, TRON: O LEGADO resplandeceu no final de um ano em que, de ficção científica, apenas o extraordinário A ORIGEM mereceu destaque.

SOBRE O BD
Após ser lançado no Brasil em um Blu-ray para locação com preço salgado, a versão para venda de TRON: O LEGADO, mais em conta, sairá aqui em junho. Ela será idêntica ao Blu-ray lançado em abril em Hong Kong (no qual se baseou esta resenha), que traz opções de legendas e dublagem em português, porém com a diferença de que a edição de lá também inclui um disco com a versão 3D do filme – o que proporcionou meus primeiros comentários a respeito do 3D doméstico em alta definição. Mas qualquer que seja a versão, este é um Blu-ray tecnicamente de referência, o chamado “material demo”.

A exemplo de BATMAN – O CAVALEIRO DAS TREVAS, que também foi parcialmente rodado para o formato IMAX, TRON: O LEGADO alterna entre as proporções de tela 2.35:1 e 1.78:1 – esta última reservada para sequências selecionadas que se passam na Grade (o mundo virtual do filme). Muitos poderão se aborrecer por partes do filme ter tarjas pretas e outras não, porém achei a transição entre essas cenas discreta, não atrapalhando a experiência visual. Que, se no cinema já era espetacular, nesta transferência anamórfica 1080p/AVC MPEG-4 é simplesmente soberba. As cores são na maior parte suavizadas, exceto pelas luzes coloridas nos uniformes, naves e lightcycles. O efeito obtido por esse contraste é muito interessante. A nitidez e o nível de detalhes, tanto no “mundo real” como na Grade, são de cair o queixo, com pretos sempre fortes e consistentes. A imagem é sempre limpa, com absoluta inexistência de ruídos, filtros e artefatos de qualquer espécie.

Já quanto a versão tridimensional de TRON: O LEGADO, também incluída neste lançamento de Hong Kong e que provavelmente será lançada em separado no Brasil, não fica atrás em termos de excelência. Como no cinema, as cenas que se passam no “mundo real” são em 2D, mas um aviso orienta o espectador a usar os óculos durante todo o filme; e assim que a ação se desloca para a Grade, entramos em um imersivo mundo digital 3D. O longa foi rodado com a mesma tecnologia patenteada por James Cameron para AVATAR, e também emprega o efeito tridimensional de forma mais sutil ao invés de jogar a toda hora objetos na direção do espectador. Há muitos momentos onde objetos e pessoas estão nitidamente colocados em planos diferentes, separados por grandes espaços. O efeito 3D se acentua nas cenas de ação, especialmente na corrida de lightcycles e na perseguição aérea ao final, onde além de belos efeitos de luz, lasers e destroços de veículos saltam da tela. O efeito nunca é exagerado, e de modo geral não é indispensável ao filme, mas é um válido complemento ao visual virtual do mundo de TRON.

Por sua vez, a faixa de áudio lossless em inglês DTS-HD Master Audio 7.1 é simplesmente impecável. Nela destaca-se sobremaneira a trilha musical de Daft Punk, que emana de todos os cantos para levar a trama do filme adiante. A mixagem é tão precisa que música e efeitos sonoros, mesmo nas cenas de ação mais barulhentas, são perfeitamente distintos. Além da imersão e dimensionalidade excelentes proporcionadas pelos sete canais, com efeitos surround precisos, os graves retumbarão no subwoofer em cada explosão, batida e pulsação da trilha sonora. Os diálogos, sempre cristalinos, complementam esta faixa de alta definição que sempre é imersiva, envolvente e poderosa. Além de uma outra faixa em inglês Dolby 2.0, anda há opções de dublagens em português, mandarin e tailandês. Os caprichados menus animados e pop-up estão em português, e as legendas, além do nosso idioma, incluem inglês, espanhol, chinês, mandarim, tailandês, coreano, malaio e indonésio.

EXTRAS
Os extras do Blu-ray de TRON: O LEGADO não são muitos, mas foram bem produzidos e se concentram no disco da versão 2D do filme. Todos os vídeos estão em alta definição (HD) e, exceto os trailers, legendados em português.

  • O Dia Seguinte: Flynn Está Vivo – O principal extra é composto por uma série de vídeos virais arranjados de forma semi-interativa. São falsos documentários, mensagens do grupo “Flynn Vive”, notícias de telejornal, etc. Garrett Hedlund e Bruce Boxleitner aparecem interpretando seus personagens no “mundo real”. Após assistir ao primeiro e mais longo vídeo você será levado a uma interface inicialmente confusa, onde para assistir aos demais será necessário digitar um código de três letras para cada um. Mas se você prestar atenção, a última opção é precedida pela palavra “ALL”. Bingo! Digite uma vez esse código e os demais vídeos serão reproduzidos na sequência. Não sei se depois de tudo isso você realmente ficará sabendo o que aconteceu depois dos eventos do filme, porém terá algumas perspectivas para uma continuação, sendo que a principal envolve o filho de Dillinger (no filme em aparição não creditada de Cillian Murphy);
  • Uma Espiada em Tron: Uprising, a Série Animada do Disney XD (2 min.) – Pequena prévia da série em animação CGI a ser exibida no canal pago Disney XD;
  • Lançando o Legado (10 min.) – Featurette onde inicialmente o produtor Steven Lisberger e o diretor Joseph Kosinski mostram o interessante trailer de teste feito para convencer o estúdio a realizar uma continuação tardia de TRON. Após isso os realizadores e sua equipe falam sobre o novo filme, a ciência por trás do conceito, etc.;
  • Instalando o Elenco (12 min.) – O elenco principal (Bridges, Hedlund, Wilde, Boxleitner, Sheen) fala sobre suas experiências na produção, divide algumas curiosidades com o espectador (Wilde e Hedlund já eram velhos conhecidos antes das filmagens; Sheen revela ser um grande fã de TRON; Bridges fala sobre a satisfação de reencontrar Boxleitner) e, principalmente, troca elogios;
  • Visualizando Tron (12 min.) – Este é um featurette mais detalhado, focado no aspecto visual do filme – design de cenários, figurinos e veículos, efeitos, a importância do uso da luz, as ligações entre o filme original e a continuação, a criação do (nem sempre convincente) avatar jovem de Jeff Bridges, e por aí vai;
  • O Rugido do Disco (3 min.) – Neste vídeo gravado na Comic-Con de 2010, o diretor Joseph Kosinski coordena a gravação das vozes da plateia estimada em 700 pessoas, que foram realmente utilizadas no filme;
  • Videoclipe Derezzed, Daft Punk (3 min.) – Clipe da música “Derezzed”, do duo Daft Punk, que aparece no filme como os DJs da discoteca de Castor (Martin Sheen);
  • Conheça o Blu-ray 3D com Timão e Pumba (4 min.) – Originalmente feito em 3D mas disponível aqui em 2D, este é um pequeno vídeo de divulgação dos Blu-rays 3D da Disney protagonizado pela dupla de personagens de O REI LEÃO;
  • Próximos Lançamentos – Trailers de próximos lançamentos da Disney, que inclui o de PIRATAS DO CARIBE 4 (que também é reproduzido automaticamente antes do menu do disco);

Jorge Saldanha

Anúncios

6 comentários sobre “Resenha: TRON – O LEGADO (Blu-ray HK)

  1. Pingback: Resenha: TRON – O LEGADO (Blu-ray HK) | ScoreTrack.net | iComentários

  2. Pingback: Resenha: TRON – O LEGADO (Blu-ray HK) | ScoreTrack.net | Link Mundial

  3. Pingback: Resenha: TRANSFORMERS – O LADO OCULTO DA LUA (Edição Limitada Blu-ray triplo 2D+3D | ScoreTrack.net

  4. Pingback: Resenha: AVATAR (Blu-ray 2D+3D) | ScoreTrack.net

  5. Pingback: OBLIVION (Blu-ray SB GER) | ScoreTrack.net

  6. Pingback: Resenha de Blu-ray: BATMAN VS SUPERMAN – A ORIGEM DA JUSTIÇA (EDIÇÃO DEFINITIVA) | ScoreTrack.net

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s