Resenha: AS MÃES DE CHICO XAVIER (Filme em Destaque)


AS MÃES DE CHICO XAVIER (Brasil, 2011)
Gênero: Drama
Duração: 108 min.
Elenco: Via Negromonte, Vanessa Gerbelli, Gabriel Pontes, Tainá Müller, Nelson Xavier, Herson Capri, Neusa Borges, Joelson Medeiros, Caio Blat
Compositor: Flávio Venturini
Roteiristas: Glauber Filho, Emmanuel Nogueira
Diretores: Glauber Filho, Halder Gomes
Cotação: ***

Uma boa surpresa este AS MÃES DE CHICO XAVIER (2011), mais uma produção da Estação da Luz, a mesma que trouxe CHICO XAVIER e NOSSO LAR e que bem ou mal tem capitalizado em cima da onda espírita. Porém, embora se questione a qualidade desses filmes e o fato de eles virem com a intenção de propagar a fé espírita, todos eles trazem algo de muito interessante e atraente para o espectador comum. No caso de NOSSO LAR, a produção mais cara do cinema brasileiro, havia um problema de direção de atores que incomodava. O mesmo se repete em AS MÃES DE CHICO XAVIER, mas a sorte dessa vez é que alguns dos atores incorporam tão bem seus personagens que, em determinado momento, a emoção vem com força.

É o caso, principalmente, da atriz Vanessa Gerbelli, que está muito bem no papel da mãe que perdeu seu filho de cinco anos de idade e que vê em Chico Xavier uma chance de entrar em contato com a criança. A cena em que Vanessa está no banco de uma praça com Tainá Müller é a primeira a pegar o espectador de jeito e a mostrar que para ver o filme é preciso estar preparado para derramar algumas lágrimas. A conversa gira em torno de uma pessoa ser capaz de se doar por outra e é a partir dessa sequência que o filme se mostra abertamente contra o aborto, o que é explicitado ainda mais na dedicatória final. 

AS MÃES DE CHICO XAVIER, dirigido por Glauber Filho e Halder Gomes, compensa a quantidade de atuações ruins com as performances de gente boa como as duas atrizes citadas, mais Herson Capri, Caio Blat e, claro, o próprio Nelson Xavier, numa interpretação quase mediúnica, cheia de paz e espiritualidade. Importante observar que desde que ele interpretou Chico Xavier no filme de Daniel Filho, o ator, que não tem nenhuma crença religiosa, passou a prestar mais atenção às coisas do pós-vida. E o filme ganha muito com a sua interpretação mágica e doce do médium mais famoso do Brasil. E se NOSSO LAR contou com bons efeitos especiais, AS MÃES DE CHICO XAVIER também possui momentos de destaque nesse campo, como na cena que mostra o terror de quem acabou de se suicidar ou no trágico assalto no ônibus. Mas no final o que interessa mesmo é o amor daquelas tão sofridas mães. E isso muito me comove.

P.S. Antes de começar o filme, outros dois filmes espíritas são anunciados em trailer: O FILME DOS ESPÍRITOS, que conta mais uma vez com a presença de Nelson Xavier, e ÁREA Q, ficção científica rodada em Quixadá e Quixeramobim, duas cidades do sertão cearense.

Ailton Monteiro

Um comentário sobre “Resenha: AS MÃES DE CHICO XAVIER (Filme em Destaque)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s