Resenha: PREDADORES (Filme em Destaque)


PREDADORES (Predators, EUA, 2010)
Gênero: Ficção Científica
Duração: 107 min.
Elenco:  Adrien Brody, Topher Grace, Alice Braga, Walton Goggins, Oleg Taktarov, Laurence Fishburne, Danny Trejo, Louis Ozawa Changchien, Mahershalalhashbaz Ali, Carey Jones, Brian Steele, Derek Mears
Compositor: John Debney
Roteiristas: Alex Litvak, Michael Finch
Diretor: Nimród Antal
Cotação: ***

O PREDADOR (1987), apesar de ser cultuado tanto na ficção científica como no gênero ação, não teve sorte com suas sequências – PREDADOR 2 (1990), sem Arnold Schwarzenegger e colocando o célebre alienígena em um ambiente urbano, não repetiu o sucesso do original, e os dois crossovers ALIENS VS. PREDADOR resultaram em filmes na melhor das hipóteses medíocres. Mas isso, até agora. Este PREDADORES (PREDATORS, 2010) dirigido por Nimród Antal baseado em um projeto Robert Rodriguez (também um dos produtores do novo filme) abortado nos anos 1990, chegou para mudar este quadro.

Desde o primeiro fotograma, Nimród e Rodriguez demonstram conhecer a fundo o longa de John McTiernam, através de elementos que buscam ser extremamente fiéis ao seu conceito: estrutura narrativa, ambientação (selva, apesar de agora ser em outro planeta), escolha dos humanos que servirão de caça, personificação e comportamento dos Predadores e até mesmo o emprego, pelo compositor John Debney, dos clássicos temas criados por seu colega Alan Silvestri. Também em nome dessa fidelidade, foi evitado o emprego de CGI na criação dos Predadores, ficando seu uso restrito aos “cães de caça”. Ironicamente, a fidelidade demasiada ao original também é um dos problemas do filme, já que ela praticamente telegrafa o desfecho de várias situações da trama.

Ainda assim, os cineastas se permitiram a algumas inovações, como a criação de castas de Predadores, o mistério envolvendo um dos humanos – que não se encaixa no perfil dos guerreiros selecionados pelos alienígenas – e, principalmente, colocar os humanos como uma espécie tão predatória quanto à dos monstros. O elenco eclético se sai bem, especialmente Adrien Brody como o anti-herói mercenário Royce, e a brasileira Alice Braga como a atiradora Isabelle, cujos personagens são os únicos não totalmente unidimensionais. Pena que o ator-fetiche de Rodriguez, Danny Trejo (que vem aí no aguardado MACHETE) seja desperdiçado, e o mesmo pode se dizer da participação de Laurence Fishburne, que no final das contas é dispensável.

De qualquer maneira os fãs terão muito o que apreciar nesta retomada da franquia – e isso inclui até mesmo a aparição do Predador do filme de 1987. E mesmo que você não seja um fã creio que irá se divertir com o filme, até porque ele lhe será menos previsível. Mesmo que nunca venha a ser cultuado como o original, PREDADORES é uma competente aventura sci fi que recoloca em evidência a icônica criatura, e Robert Rodriguez anunciou que a Fox já lhe procurou para fazer uma continuação. Segundo ele, este filme foi apenas a preparação: o melhor mesmo virá no próximo. Esperemos para ver…

Jorge Saldanha

Anúncios

4 comentários sobre “Resenha: PREDADORES (Filme em Destaque)

  1. Ótima resenha. Estava receoso de o filme ser mero pastiche de qualquer uma das fracas sequências. Mas agora, vale uma olhada…

    Curtir

  2. Pingback: Resenha: METALLICA – THROUGH THE NEVER (Filme em Destaque) | ScoreTrack.net

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s