Resenha: ENCONTRO EXPLOSIVO (Filme em Destaque)


ENCONTRO EXPLOSIVO (Knight and Day, EUA, 2010)
Gênero: Aventura
Duração: 109 min.
Elenco:  Tom Cruise , Cameron Diaz , Peter Sarsgaard, Jordi Mollà , Viola Davis, Maggie Grace
Compositor: John Powell
Roteirista: Patrick O’Neill
Diretor: James Mangold
Cotação: ****

A campanha publicitária de ENCONTRO EXPLOSIVO (2010) destacando a parceria de Tom Cruise e Cameron Diaz num mesmo filme é tão forte que cheguei a imaginar que era a primeira vez que os dois astros estavam trabalhando juntos. Na verdade, Cruise e Diaz estiveram em VANILLA SKY (2001), de Cameron Crowe, mas a participação como coadjuvante da bela loira não foi tão memorável assim. O fato é que o segundo encontro dos dois não podia ser mais bem sucedido. ENCONTRO EXPLOSIVO é desses filmes tão divertidos e aparentemente descompromissados que fica difícil não sair da sessão com um sorriso no rosto. Tom Cruise tenta se recuperar do processo de diminuição de sua popularidade, devido aos fracassos comerciais de GUERRA DOS MUNDOS e MISSÃO: IMPOSSÍVEL 3 e de uma aparição constrangedora num programa de TV. Mas isso são águas passadas e Cruise esbanja simpatia e segurança, exibindo o mesmo sorriso dos tempos de TOP GUN. O tempo tem estado a favor do astro.

ENCONTRO EXPLOSIVO pode ser visto como uma brincadeira em torno da cinessérie MISSÃO: IMPOSSÍVEL. Uma mistura de comédia com thriller de ação e espionagem. E já vimos que Cruise também é capaz de se dar bem no humor (vide TROVÃO TROPICAL). Cameron Diaz, nem se fala. A menina é moleca desde criança. Na trama, Cruise é um enigmático e super-habilidoso agente que aparece na vida de uma garota normal (Diaz). Os dois se esbarram num aeroporto e isso muda a vida daquela moça, que tinha como única intenção ir ao casamento da irmã (Maggie Grace, de LOST). Ela fica encantada com ele já no avião. E é nesse avião que acontece a primeira cena de ação do filme. As cenas são divertidas por desafiarem as leis da física, por não se importarem com verossimilhança, elementos que tornam comédias de ação muito divertidas, se conduzidas por um diretor habilidoso. E se James Mangold não é lembrado como um dos melhores de sua geração, sua filmografia de apenas oito longas-metragens deve deixá-lo orgulhoso. Ele é uma espécie de cineasta “invisível”, que tem experimentado variados gêneros com sucesso.

O filme teve pré-estreia em Sevilha, na Espanha. Não por acaso, já que uma das sequências mais divertidas envolve Cruise e Diaz em cima de uma moto numa rua repleta de touros, num dia de tourada. E não é apenas Sevilha que aparece para abrilhantar o filme com cartão postal. Outras cidades da Europa são pano de fundo para a trama. Destaque para Salzburgo, na Áustria. Dá vontade de estar lá, num hotel chique daqueles, de preferência. O filme não tem muito tempo para elaborar o romance entre o casal, mas os poucos momentos são bons. Há uma boa química entre os astros. Tanto Tom Cruise quanto Cameron Diaz criaram personas sorridentes e seguras de si. E o filme brinca com isso muito bem, inclusive na reviravolta final. Dos filmes lançados em 2010, feitos com o objetivo único de divertir, ENCONTRO EXPLOSIVO se destaca até o momento como o melhor.

Ailton Monteiro

Anúncios

5 comentários sobre “Resenha: ENCONTRO EXPLOSIVO (Filme em Destaque)

  1. Achei o filme bastante ridículo, puro clichê, mesmo para quem quer diversão leve e sem compromisso. Li que ele “entrega o que promete – diversão sem pé nem cabeça, totalmente esquecível quando termina”. Ou seja, puro lixo. E mesmo nessa linha é fraco. Uma ou outra cena engraçada e bons atores não compensam a decepção nessa história em que as situações não têm consequência e nada tem importância, nem mesmo entender o que está acontecendo – em ritmo de desenho animado. Se é o melhor do ano no gênero… Deus nos acuda.

    Curtir

  2. amei muito o filme é muito bom mesmo estão aprovado por ser um filme nota 100000000000000 o filme é tão que quem falar mal é porque está com inveja meus parabéns …………

    Curtir

  3. amei muito o filme é muito bom mesmo estão aprovado por ser um filme nota 100000000000000 o filme é tão bom que quem falar mal é porque está com inveja meus parabéns …………

    Curtir

  4. Pingback: Resenha de Filme: FEITO NA AMÉRICA – ScoreTrack.net

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s