Resenha: IRON MAN 2 (SCORE) – John Debney (Trilha Sonora)


Música composta por John Debney
Selo
: Sony Classical
Catálogo
: A ser anunciado
Lançamento: 20 de julho de 2010
Cotação: **** 

Em 2008, Homem de Ferro, do diretor Jon Favreau, foi um dos mais auspiciosos inícios de uma franquia da Marvel desde X-Men (2000). Porém, com todos os méritos do filme, um fator foi muito criticado, em especial pelos fãs de scores: a trilha incidental de Ramin Djawadi. Há muito este super-herói teve sua imagem vinculada ao rock, e em princípio a escolha do egresso da equipe de Hans Zimmer parecia ter sido adequada, e que ele colocaria no filme os sons “pesados” requeridos. Mas algo não funcionou direito – eu, particularmente, acho que no filme, pelo menos em alguns momentos, a trilha faz o acompanhamento adequado ao que vemos na tela, mas não tenho dúvida de que se trata de um trabalho discreto, apenas mediano. 

Atento a esse problema, para a continuação Homem de Ferro 2 Favreau recorreu a John Debney, compositor de linha mais clássica e de maior renome em Hollywood. Debney, indiscutivelmente um criador mais versátil que Djawadi, com esta partitura demonstrou que sua contratação foi acertada. Sem abrir mão do lado pop/rock do personagem, que fatalmente teria de ser canalizado em sua música, ele fortaleceu o score com uma sólida base orquestral que, por vezes, nos remete a memoráveis obras dos anos 1980. Neste sentido, notamos que ecos de Jerry Goldsmith e Basil Poledouris, em suas trilhas de ficção científica e de ação daquele período, perpassam por várias faixas. 

Destaco, por exemplo, a interessante “New Element / Particle Accelerator”, em cujo desenvolvimento traz melodia e orquestração típicas de momentos evocativos de trilhas como Poltergeist, O Homem sem Sombra e Robocop. Já o tema dedicado ao Homem de Ferro tem uma cadência que remete à trilha de Goldsmith para O Vingador do Futuro. Este ótimo tema é introduzido na faixa “Monaco”, que acompanha o primeiro confronto entre o vilão russo interpretado por Mickey Rourke e o super-herói vivido por Robert Downey Jr., numa interpretação que combina o elétrico com a orquestra e o coral. Ele é incorporado na faixa de oito minutos “Iron Man Battles The Drones”, revelando ser um ótimo material para sequências de ação, e finalmente tem uma interpretação completa em “I Am Iron Man”. Espero que, se houver um Homem de Ferro 3, Debney retorne para desenvolver mais esta composição, para mim digna de maior destaque.

Também de destaque são os elementos temáticos dedicados ao já citado vilão russo Ivan, que são ouvidos antes mesmo do tema do herói, já na faixa de abertura “Ivan’s Metamosphosis”, onde Debney emprega orquestra e coral de forma dramática e de certa forma sombria, ameaçadora. Momentos elétricos obviamente estão presentes, como na percussão e guitarras de “House Fight MK1”. Aliás, nesta faixa (entre outras) Debney emprega um cello elétrico interpetado por Tina Guo – veja sessões das gravações AQUI. Outras faixas com instrumentação mais pop são, entre outras, a “bondiana” “Monaco Drive”, “Gun Show”, “Sledgehammer MK2” e “Black Widow Kicks Ass”, cue de ação em ritmo eletrônico que acompanha um combate da letal Viúva Negra (Scarlett Johansson).

Mas Debney, mesmo num score direcionado à ação, traz momentos mais tradicionalmente emotivos, como em “Making Pepper CEO” e “Tony Discovers Dad’s Secret”; são fatores como esses que fazem com que a trilha incidental de John Debney para Iron Man 2 situe-se num patamar acima da anteriormente composta por Ramin Djawadi. Faço votos que Debney continue atuando na franquia, e sem dúvida ele seria uma boa opção até mesmo para o futuro Thor de Kenneth Brannagh: a curta mas majestosa faixa “Thor”, para a sequência que chega após os créditos finais, nos dá uma amostra do que o compositor faria na adaptação do Deus do Trovão da Marvel. 

O score de Homem de Ferro 2 será lançado pela Sony Classical apenas em julho, portanto não o confunda com a compilação do AC / DC que já está nas lojas. 

John Debney

Faixas

1. Ivan’s Metamorphosis
2. House Fight MK1
3. Making Pepper CEO
4. Senate/Ivan Creates Drones
5. Make Way For Tomorrow Expo
6. Rhodey Dons Suit
7. Dying Hero
8. Natalie Intro Rhodey / Tony Talk
9. Monaco Drive
10. Monaco
11. Jailhouse Talk
12. Ivan Escapes
13. Gun Show
14. Tony Discovers Dad’s Secret
15. Sledgehammer MK2
16. Nick Fury
17. New Element / Particle Accelerator
18. Sledgehammer MK1
19. New RT / To The Expo
20. Black Widow Kicks Ass
21. Iron Man Battles The Drones
22 Ivan Demise / The Kiss
23. Thor
24. I Am Iron Man
25. Make Way For Tomorrow (Vocals) 

Duração: 73:30 

Jorge Saldanha 

Anúncios

18 comentários sobre “Resenha: IRON MAN 2 (SCORE) – John Debney (Trilha Sonora)

  1. Pingback: Tweets that mention Resenha: IRON MAN 2 (SCORE) – John Debney (Trilha Sonora) « ScoreTrack.net -- Topsy.com

  2. Não tenho nada contra com o Patrick Doyle, até gosto da trilha do “Cálice de Fogo”, mas fico imaginando a trilha para Thor nas mãos de Ilan Eshkeri… que seria o compositor caso o filme tivesse continuado nas mãos do diretor Matthew Vaughn de Stardust.

    Quanto ao John Debney, estou ansioso para ouvir esta trilha. Jorge, como você conseguiu ouvir este trabalho com tanta antecedência?

    Curtir

  3. Caro Jorge,

    Sinceramente, até hoje não compreendo por que tanta gente não gostou da trilha de Djawadi….pra mim, ela é genial e ao apenas adequada…temas como a perseguição dos aviões e primeira montagem da armadura ficaram magníficos e me fizeram ainda mais fã do filme….

    Curtir

    • Não nego que ela tenha bons momentos Gustavo, mas ela é um conjunto um tanto irregular. Concordo que a rejeição foi exagerada – fosse um compositor de maior renome, provavelmente teria sido melhor aceita.

      Curtir

  4. De fato, essa rejeição não corresponde ao trabalho de Djawadi. Sua trilha é empolgante e adequada ao filme. Se há algo a lamentar, essa deveria ser a ausência de alguns trechos musicais, como o trecho da cena de perseguição dos caças (segunda parte, iniciando com o Homem de Ferro preso na barriga de um dos caças), além de outros pequenos trechos soltos no filme…trilha muito adequada com o rock encorporado na trilha e o principal: Djawadi usou a música Iron Man, do Black Sabbath, como base para trilhas temáticas como “Driving With the Top Down” e “Gulmira”, dentre outras…mas sem dúvida, só de ver o segundo filme, ficou claro que a trilha de Debney deve superar a de Djawadi, não que esta seja ruim, mas porque Debney superou com um trabalho ainda melhor em Homem de Ferro 2…

    Curtir

  5. Pingback: Lançamentos de Trilhas Sonoras – 19/07/2010 « ScoreTrack.net

  6. Caros,
    Esta semana revi o IronMan2 em DVD e decidi escrever novamente aqui.
    Interessante, mas novamente não consegui me empolgar nem com o filme e nem com a trilha. Até concordo que o trabalho de Djawadi para o primeiro é irregular, mas ainda acho mais criativo e original que o de Debney. E mais empolgante.
    Outro exemplo: achei a trilha de Craig Armstrong para O Incrível Hulk um trabalho mais legal que este de Debney…

    Curtir

  7. Pingback: Resenha: CAPTAIN AMERICA: THE FIRST AVENGER – Alan Silvestri (Trilha Sonora) | ScoreTrack.net

  8. Pingback: Resenha: IRON MAN 3 (SCORE) – Brian Tyler (Trilha Sonora) | ScoreTrack.net

  9. Pingback: Resenha: STONEHEARST ASYLUM – John Debney (Trilha Sonora) | ScoreTrack.net

  10. Pingback: Resenha de Trilha Sonora: AVENGERS – AGE OF ULTRON – Brian Tyler, Danny Elfman | ScoreTrack.net

  11. Pingback: Na Trilha: Quem salvará os Super-Heróis? | ScoreTrack.net

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s