Resenha: CLASH OF THE TITANS – Ramin Djawadi (Trilha Sonora)


Música composta por Ramin Djawadi
Música adicional por Neal Davidge (Massive Attack)

Selo: Sony Music
Catálogo: 88697675342
Lançamento: 2010
Cotação: ****

Apesar das críticas que desabaram sobre a reimaginação de Fúria de Titãs, o filme sai dos escombros oferecendo uma divertida aventura-pipoca que raramente entedia e frequentemente entretém. Ironicamente, as críticas à trilha incidental de Ramin Djawadi refletem as que o filme recebeu, com a diferença que as do score foram ainda piores… se é possível acreditar nisso. Na minha opinião, são críticas injustas nos dois níveis. O novo Clash of the Titans me agradou.

Ramin retorna à cena dos blockbusters e novamente enfrenta as mesmas críticas que recebeu há dois anos, quando sua trilha sonora para Homem de Ferro foi entusiasticamente detonada. Enquanto a música de Iron Man não tinha um perfil épico (e nunca pretendeu ter), ela certamente era um trabalho suficientemente apreciável para mim, que achei que ela funcionou bem no filme. Com Clash of the Titans, Ramin teve um pouco mais de liberdade que na saga de Tony Stark, e os resultados são sólidos como pedra (mas não graças ao olhar da Medusa).

A música levou-me para um lugar um pouco diferente, aquele que se aventura no reino dos Deuses e Heróis, e no geral captura muito bem o espírito do filme. Múltiplos temas são empregados, alguns dramáticos, outros heróicos, e também há um senso de familiaridade em sua estrutura. É esta familiaridade que pode enganar as pessoas, mas eu aviso – esta não é uma réplica em Controle Remoto como alguns querem levar você a acreditar; assista ao filme, ouça a música e veja como tudo se combina.

Algumas cenas me empolgaram como poucos blockbusters de verão o fizeram nos últimos anos. Por exemplo, a preparação e a cena envolvendo os Scorpiox foram simplesmente excelentes! “Scorpiox” (a faixa 6, para aqueles que estão me acompanhando em casa), é a que corresponde a esta cena e é um genuíno destaque para mim -tem até mesmo um toque de influências árabes ali. A única faixa que eu teria reduzido nesta trilha sonora é a contribuição de Neal Davidge, a faixa mais longa do CD (“Be My Weapon”). Ela se estende demais e não parece se encaixar bem com o restante do material. Em outro local ela poderia funcionar bem, mas para mim ela está deslocada neste score.

Enfim, qualquer um poderá encontrar alguns grandes momentos neste trabalho. Certamente foi bastante criticado por alguns, mas eu peço que você faça uma abordagem imparcial e lhe dê uma chance. Mesmo que você não seja levado para sentar-se entre os Deuses, você chegará bem perto. E talvez esta seja a maior beleza de tudo isso. Ramin Djawadi prova aqui que pode enfrentar outro tipo de blockbuster com este interessante e efetivo score de Clash of the Titans. Acredite, nele há méritos suficientes para merecer sua atenção.

Ramin Djawadi

Faixas

1. The Storm That Brought You to Me
2. There Is a God in You
3. Perseus
4. You Can’t Hide from Hades
5. Medusa
6. Scorpiox
7. Argos
8. You Fall, You Die
9. Written in the Stars
10. Pegasus
11. Bring Everything (But the Owl)
12. Killed By a God
13. Djinn
14. Eyes Down
15. You Were Saved for a Reason
16. Redemption Through Blood
17. I Have Everything I Need
18. King Acrisius
19. It’s Expensive Where You Are Going
20. Be My Weapon
21. The Best of Both
22. Release the Kraken
23. It’s Almost Human of You

Duração: 75:18

Tom Hoover

2. There Is a God in You
3. Perseus
4. You Can’t Hide from Hades
5. Medusa
6. Scorpiox
7. Argos
8. You Fall, You Die
9. Written in the Stars
10. Pegasus
11. Bring Everything (But the Owl)
12. Killed By a God
13. Djinn
14. Eyes Down
15. You Were Saved for a Reason
16. Redemption Through Blood
17. I Have Everything I Need
18. King Acrisius
19. It’s Expensive Where You Are Going
20. Be My Weapon
21. The Best of Both
22. Release the Kraken
23. It’s Almost Human of You


Total Time: 75:18
Anúncios

7 comentários sobre “Resenha: CLASH OF THE TITANS – Ramin Djawadi (Trilha Sonora)

  1. Sinceramente, mais um remake inútil de um filme clássico. Assisti ao original no cinema quando era criança e me recusei a ver essa nova versão digital. Quanto à trilha sonora, outro lixo produzido pela Media Ventures. E esse pupilo do Zimmer é outro picareta, como o Harry G-William e o Travor Rabin. Bem que o carro do Hans Zimmer podia cair num abismo (com ele dentro), assim esse maldito pararia de matar a música de cinema.

    Curtir

  2. Pingback: Resenha: FÚRIA DE TITÃS (Blu-ray) « ScoreTrack.net

  3. Pingback: Resenha: GAME OF THRONES – Ramin Djawadi (Trilha Sonora) | ScoreTrack.net

  4. Pingback: Resenha: Game of Thrones – Ramin Djawadi (Trilha Sonora) « Sci Fi do Brasil

  5. Pingback: Resenha: DRACULA UNTOLD – Ramin Djawadi (Trilha Sonora) | ScoreTrack.net

  6. Pingback: Resenha de Trilha Sonora: WARCRAFT – Ramin Djawadi | ScoreTrack.net

  7. Pingback: Resenha de Trilha Sonora: WARCRAFT – Ramin Djawadi – SCI FI do Brasil – O Portal da Ficção Científica em Português

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s