PAPAPAPAPEL!

The Housemartins

Numa daquelas lembranças de infância, ficou marcado em minha vida uma música cantada em inglês, que para mim o refrão soava como “papapapapel”. Hoje tenho trinta anos, mas nunca havia resolvido esta incógnita: como em uma letra de música em inglês poderia constar a palavra papel?

Outro dia voltou à minha mente esse refrão, e comecei a cantá-lo como quando criança. Foi então que resolvi ouvir a música para finalmente entender o que dizia a letra. Entrei no Google e escrevi… Bem, o que iria escrever? Não sabia o nome da música, nem quem cantava! Fiquei imóvel na frente do computador por uns minutos, e de repente me veio a idéia esdruxula de escrever “papapapapel”. Dei risada de mim mesmo mas escrevi e cliquei em pesquisar: estava lá! Papapapapel logo no primeiro resultado! Quase não acreditei! Cliquei no link e, não só ouvi a música como assisti ao clipe da época também!

Resolvi escrever este artigo porque foi daí que comecei uma busca pelas músicas dos anos 1980, ou seja, da minha infância. E como foi rica aquela década musicalmente! Muitas melodias, muitas baladas de amor, muitos bons vocalistas, bandas ainda bem preparadas. Minha busca foi de Tim Moore com sua inesquecível Yes a Simply Red, de If You don’t Know me by Now; passando por Cindy Lauper de True Colors e A-ha de Hunting High and Low; Entre as trilhas de cinema, minha paixão, Chariots of Fire, clássico de Vangelis, e Top Gun, de Harold Faltermeyer; para completar, o hino das minhas primeiras e marcantes olimpíadas de Seul, Hand in Hand, de Giorgio Moroder.

O que mais me impressionou nisto tudo foi ver como a internet mudou nossa vida, e como a história da humanidade está inteira lá. É claro que antes do século XX não havia gravações sonoras nem de vídeo, mas a história, mesmo do século XIX para trás está lá, com textos e pesquisas de pessoas respeitadas.

Outro fator relevante é verificar o quanto a música faz parte de nossa formação humana, como ela é importante para o desenvolvimento de uma pessoa, e como ela ajuda a formar a personalidade. Se hoje sinto falta de melodias simples mas inteligentes soando nas mídias, é porque em algum momento da minha vida tive contato com esse tipo de música, harmônica e honesta. Nem só da razão se faz um grande compositor. A simplicidade é a grande síntese. E creio que em tudo na vida dá pra se utilizar desse conceito. Pelé atingiu à perfeição quando, ao invés de marcar um gol, deu um passe perfeito para o Carlos Alberto encher o pé na final da Copa de 1970. E como é simples a concepção de mundo de uma criança! Ela canta papapapapel em inglês sem nenhuma cerimônia, mas não deixa de cantar.

Bem, não poderia encerrar este texto sem esclarecer qual é o nome da banda: The Housemartins. Ah! O que a música dizia?! Por incrível que pareça o cantor pronuncia a palavra build (construir), mas com um sotaque que soa como pel, ou seja, “papapapa build”. Não ficava melhor papapapapel?

Tarso Ramos

About these ads

3 opiniões sobre “PAPAPAPAPEL!”

  1. Jorge, sinceros parabéns pela matéria e um muito obrigado por me fazer lembrar (e dar muitas risadas) dessa época maravilhosa na qual também cresci. Hoje em dia, com a facilidade (ainda bem) que temos para se conseguir música (seja em cd “real” seja mp3) muita gente não dá o devido valor que a música tem. Lembro como era divertido procurar nas lojas e sebos por determinados discos e a satisfação quando a gente encontrava (meu preferido era o Air Supply). Bons tempos mesmo!

    Curtir

  2. Ronaldo é bom saber que você gostou da matéria, de fato ela traz um gostoso sentimento de nostalgia a quem a lê. Mas os parabéns devem ser dados ao ator do texto, o Tarso Ramos – que, aliás, até estava em dúvida se eu ia postá-lo, já que ele sai um pouco do foco do ScoreTrack. Abraço!

    Curtir

  3. Nossa. Como eu procurei por esta musica, a mesma melodia soava em minhas memorias da infancia, mas nao sabia quem cantava. quem diria que “papapapel” me faria chgar aqui…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s